in

Inserção da Xiaomi em “lista negra” dos EUA está temporariamente suspensa

Xiaomi pode se livrar de vez das proibições impostas pelo governo americano

xiaomi-entra-na-fabricacao-de-veiculos-eletricos

No início deste ano, a Xiaomi foi colocada sob novas restrições, em uma “lista negra”, pelo governo americano, em uma das últimas ações de Trump. A empresa era acusada de ter ligação com exército comunista chinês, e essas restrições proibiam as empresas americanas de investir nelas. A Xiaomi negou as acusações. Agora, a inserção da Xiaomi nessa “lista negra” dos EUA está temporariamente suspensa.

- Anúncios -
insercao-da-xiaomi-em-lista-negra-dos-eua-esta-temporariamente-suspensa
Imagem: Investing.com

Xiaomi contra decisão americana de inseri-la em uma lista negra

A Xiaomi agiu imediatamente, inclusive processando o governo dos Estados Unidos, tentando se livrar das proibições que a inserção da empresa na tal lista, promoveu. E, parece que a ação da empresa surtiu efeitos.

A Bloomberg relatou o resultado do caso, relatando que o juiz distrital dos Estados Unidos, Rudolph Contreras, suspendeu temporariamente a proibição, apoiando a Xiaomi em um processo que argumentava que a medida era arbitrária e privava a empresa de seus direitos ao devido processo.

Além disso, segundo juiz, a empresa provavelmente ganharia uma reversão total da proibição à medida que o litígio se desenrolasse e emitiu uma liminar inicial para evitar que a empresa sofresse “danos irreparáveis”.

Contreras também rejeitou as preocupações com a segurança, dizendo que estava “um tanto cético de que importantes interesses de segurança nacional estejam realmente implicados aqui”.

Quando as restrições surgiram pela primeira vez, a Xiaomi se defendeu, entregando a seguinte declaração ao pessoal do Android Central.

A Empresa está em conformidade com a lei e operando em conformidade com as leis e regulamentos relevantes das jurisdições onde conduz seus negócios. A Empresa reitera que fornece produtos e serviços para uso civil e comercial.

A proibição dos EUA seguiu um escrutínio semelhante colocado em empresas de software como TikTok e WeChat, com as mesmas preocupações nebulosas de segurança sendo citadas, embora tenham sido rejeitadas pela administração Biden. A Xiaomi diz que continuará lutando pela reversão total das restrições.

Com informações de: Android Central

Written by Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

Lenovo melhora suporte ao Linux em relação aos sensores de hardware

Lenovo melhora suporte ao Linux em relação aos sensores de hardware

escassez-de-chips-pode-atrapalhar-a-qualcomm

Escassez de Chips pode atrapalhar a Qualcomm