in

Instagram ataca aplicativo que permite visualizar perfis privados de usuários

Este app segue os passos de outro que já foi banido semana passada.

Instagram ataca aplicativo que permite visualizar perfis privados de usuários

O Instagram ataca e começou a tomar medidas contra o ‘Ghosty’, um aplicativo lançado em abril por um desenvolvedor turco que permite visualizar perfis privados de todos os usuários.

Surpreendentemente, este aplicativo já foi baixado mais de 500.000 vezes na Play Store, mas parece que o Google ouviu o Facebook/Instagram, pois o aplicativo foi removido da loja de aplicativos.

Instagram ataca aplicativo que permite visualizar perfis privados, veja mais detalhes

Instagram ataca aplicativo que permite visualizar perfis privados de usuários

Então, como Ghosty pode ter acesso a perfis privados do Instagram? Basicamente, este aplicativo estava tecendo uma rede cada vez maior. Quando alguém baixou o aplicativo, ele obteve acesso a todas as contas a seguir.

Como se isso não bastasse, para usá-lo, foi necessário convidar outra pessoa (dando acesso a todas as contas que essa pessoa segue).

Isso significa que, a cada novo download, o Ghosty aumenta de tamanho, obtendo acesso às contas que outros usuários da sua rede seguem.

No entanto, o Instagram emitiu uma declaração, garantindo que este aplicativo “viole seus termos de serviço e que “é uma funcionalidade que nunca esteve disponível por meio de sua API“.

Estamos investigando e planejando uma maior aplicação da lei em relação a esse desenvolvedor, declara Instagram, segundo o site Android Police.

Como vemos, Ghosty abusa da API do Instagram para criar um banco de dados gigantesco que aumenta exponencialmente sempre que alguém o baixa.

Ghosty segue as etapas do ‘Like Patrol’, um aplicativo que foi removido da App Store na semana passada.

Seguindo os passos do ‘Like Patrol’

Instagram ataca aplicativo que permite visualizar perfis privados de usuários

O Patrol, por sua vez, foi um aplicativo criado por um desenvolvedor mexicano (Sergio Luis Quintero) e permitiu que os usuários recontassem os gostos de determinados perfis.

Pois, este aplicativo cobrava uma taxa para esses usuários com ‘preocupações com perseguidores’, pois dessa forma eles podiam saber de quais publicações gostavam de outras contas do Instagram.

Quintero disse à BBC que seu aplicativo é limitado ao uso de dados públicos e que lutará pela Apple para admiti-lo novamente na App Store.

Considerações finais

É impressionante que esses aplicativos tenham saído em tão pouco espaço de tempo e que ambos tenham terminado (de certa forma) da mesma maneira.

Portanto, o que está claro é que existem desenvolvedores que estão usando sua criatividade para tirar proveito da API de serviço para fazer coisas que, em princípio, não são permitidas.

Via: Genbeta

Escrito por Fabiano Rodrigues

Usuário de Linux desde o Kurumin; servidor público, tecnólogo em análise e desenvolvimento de sistemas, amante de software livre e de código aberto; apaixonado por jogos, louco por rock e heavy metal, filmes e seriados.

Fedora quer alterar o editor de texto padrão do Vi para o Nano

Fedora quer alterar o editor de texto padrão do Vi para o Nano

Como impedir sua operadora de rastrear você na Internet?

Como impedir sua operadora de rastrear você na Internet?