Categorias

Android

Games

Notícias Linux

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias Linux

07/08/2020 às 09:00

5 min leitura

Avatar Autor
Por Leonardo Santana

Intel investiga vazamento online de 20 GB de documentos internos

Intel investiga vazamento online de 20 GB de documentos internos

A Intel está investigando uma violação de segurança, depois que mais de 20 GB de documentos internos (alguns marcados como secretos) foram carregados online no site de compartilhamento de arquivos MEGA. Os dados foram publicados por Till Kottmann.

Kottmann afirmou ter recebido os arquivos de um hacker anônimo que alegou ter violado a Intel no início deste ano. O engenheiro suíço disse que o vazamento representa a primeira parte de uma série de vazamentos relacionados à Intel.

Intel investiga vazamento online de 20 GB de documentos internos

De acordo com a análise do site ZDNET com pesquisadores de segurança, os arquivos vazados continham propriedade intelectual da Intel para o design interno de vários chipsets. Os arquivos continham especificações técnicas, guias de produtos e manuais de CPUs.

Nenhum dos arquivos vazados contém dados confidenciais sobre clientes ou funcionários da Intel. No entanto, permanece a questão sobre o que mais o hacker teve acesso antes de roubar e liberar os arquivos confidenciais.

Intel investiga vazamento online de 20 GB de documentos internos

Os arquivos vazados continham propriedade intelectual da Intel para o design interno de vários chipsets.

Em uma declaração, a Intel negou ter sido hackeada. Além disso, a empresa sugeriu que um indivíduo com acesso pudesse baixar os dados confidenciais sem autorização e compartilhá-los. A declaração completa da empresa está abaixo:

Estamos investigando essa situação. As informações parecem vir do Intel Resource and Design Center, que hospeda informações para uso de nossos clientes, parceiros e outras partes externas que se registraram para acessar. Acreditamos que um indivíduo com acesso baixou e compartilhou os dados.

No entanto, o site ZDNET recebeu uma cópia da conversa entre Kottmann e sua fonte, na qual o suposto hacker afirmou ter obtido os dados por meio de um servidor não seguro hospedado na CDN da Akamai, e não usando uma conta no Intel Resource and Design Center.

Fonte: ZDNET

https://sempreupdate.com.br/intel-anuncia-reorganizacao-interna/

https://sempreupdate.com.br/intel-finalmente-revelou-o-core-i9-10850k/

https://sempreupdate.com.br/processo-de-7-nm-da-intel-sofrera-atraso-de-seis-meses/

https://sempreupdate.com.br/apple-com-arm-ameaca-dominio-da-microsoft-e-intel/

https://sempreupdate.com.br/nvidia-agora-vale-mais-que-a-intel/

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

Os comentários estão desativados.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.