kernel-inquebravel-da-oracle-esta-disponivel-no-github

O Kernel inquebrável da Oracle é um produto corporativo, só que agora esta disponível no GitHub, até então, a Oracle somente distribuía seus códigos, aplicações através de seus próprios servidores, inclusive o código do “Unbreakable Enterprise Kernel” era até então disponibilizado somente em sua própria estrutura, mas agora tudo mudou, a Oracle quer que o seu kernel seja mais popular e devido aos novos planos resolveu ingressar em plataforma popular como o GitHub.

Para quem nunca ouviu falar sobre o “Unbreakable Enterprise Kernel” ou em nosso idioma kernel corporativo inquebrável, não mudou o seu foco que é ser mais estável e possibilitar um melhor desempenho a quem usá-lo.

O “Unbreakable Enterprise Kernel” ou apenas UEK, tem como base o Linux Kernel, você deve encontrar o kernel da Oracle baseado no Linux Kernel 3.0, 3.8, 4.1 e o 4.14 LTS.

E não é só pegar o código do Linux Kernel e usar, é importante lembrar que desde 2007, a Oracle contribuiu com mais de 400.000 linhas de código para o Linux e foi classificada entre os 15 maiores contribuidores de todos os tempos para o Linux, com mais de 7.500 changesets. Por exemplo, o Btrfs OCFS2 e o RDS foram originalmente escritos e enviados no Oracle. Também o XFS cujo mantenedor e funcionário da Oracle e o NFS tem visto contribuições significativas .

A equipe Linux da Oracle é uma das dez principais colaboradoras em cada release do kernel upstream. Segundo a empresa a missão da Oracle em torno do Linux é melhorar ainda mais, o que significa maior desempenho, melhor segurança e avançada diagnosticabilidade. Em torno do sistema, eles se concentram nos fundamentos do sistema operacional, melhorando as rotinas de agendamento e alocação de memória principal.

Você pode conferir a publicação da Oracle em seu blog, lá você terá acesso a todas as informações detalhadas como documentação, links e muitos outros recursos.

Blog Oracle

Emanuel Negromonte
Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

Sai primeira versão do Elisa Music Player

Previous article

Microsoft abre código do gerenciador de arquivos do Windows 3.0

Next article

You may also like

More in Notícias