linux-kernel-4-15-chega-ao-fim-do-suporte-atualize-agora

Linus Torvalds acaba de lançar o kernel 4.17 do Linux. Este é agora o kernel estável mais recente. Enquanto isso, já começam os trabalhos sobre o Linux 4.18 por um período de duas semanas. O Kernel 4.17 traz o codinome “Merciless Moray”. Confira algumas novidades do Kernel Linux 4.17.

Do mesmo modo, Linus Torvalds afirma que somente a partir do Linux 4.20 é quando ele pretende declarar o kernel “Linux 5.0”.  Em passado recente, o kernel 3.20 se tornou o 4.0. Desta vez, são nada menos que 17,1 milhões de linhas de código em quase cinquenta mil arquivos. Além disso, são 3,3 milhões de linhas de comentários ou 3,1 milhões de linhas em branco.

Algumas mudanças no kernel 4.17

[bs-quote quote=”Não, eu não chamei de 5.0, mesmo que toda a numeração de contagem de objetos do git permitisse. Isso acontecerá no futuro não tão distante, e me disseram que todos os scripts de lançamento no kernel.org estão prontos. Eu suspeito que isso vá ocorrer por volta de 4,20. Foi o que aconteceu com a 4.0, afinal de contas. (…) a janela de mesclagem do 4.18 está aberta.” style=”default” align=”center” author_name=”Linus Torvalds” author_job=”Desenvolvedor do Linux” author_avatar=”https://sempreupdate.com.br/wp-content/uploads/2017/02/linus-torvalds-lanC3A7amento-linux-kernel-4-10-4k-sempreupdate.png”][/bs-quote]

  •  O AMDGPU DC é ativado por padrão. Assim, as gerações recentes de hardware AMD finalmente terão áudio HDMI/DP por padrão. Do mesmo modo, isso permite uma preparação para FreeSync, HDMI 2.0 e outros recursos de exibição modernos. Além do Vega, o DC tinha que ser ativado manualmente em versões recentes do kernel, se desejado.
  • Outro grande marco para os usuários da Radeon no Linux é o suporte a AMDKFD. Também junto ao AMDGPU está o suportepara recursos de eficiência de energia do tipo WattMan, bem como suporte para a GPU Vega 12 ainda a ser lançada.
  • O suporte a gráficos da Intel Cannonlake está agora otimizado e ativado por padrão.  Enquanto isso, os desenvolvedores da Intel Linux já estão trabalhando no suporte Icelake, que sucederá a Cannonlake.
  • Limpeza de vários códigos-base, descartando suporte para oito arquiteturas de CPU obsoletas. Inclusive, será disponibilizado separadamente o suporte a CPU POWER4/ POWER4 +. O novo trabalho da CPU inclui a arquitetura Andes NDS32 e o trabalho de ativação inicial em torno do SoC NVIDIA Xavier.
  • Uma melhoria significativa na economia de energia para sistemas ociosos de hardware. Assim, as melhorias podem ser em torno de 10% nos sistemas afetados.
  • Suporte para F2FS, bem como melhorias de desempenho para este sistema de arquivos Flash Friendly.
  • O EXT4 agora está protegido contra imagens de contêiner mal-intencionadas que podem ser especialmente criadas para causar problemas com esse sistema de arquivos.
Claylson
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

GitHub é vendido à Microsoft por US$ 7,5 bilhões

Previous article

Firefox chega ao Fedora com uma nova versão para o Wayland

Next article

You may also like

More in Notícias