in

Krita 4.2.8 agora disponível

Versão é destinada principalmente para corrigir erros.

Krita 4.2.8 agora disponível

O aplicativo Krita acaba de lançar a versão 4.2.8 que está agora disponível. Ela é destinada principalmente à correção de erros. O anúncio foi feito pela Comunidade KDE que lançou uma nova versão de manutenção de seu software criado por e para cartunistas.

Este é o Krita 4.2.8, uma nova versão que, em suas próprias palavras, inclui menos correções que a v4.2.7. O motivo é que eles estão se concentrando em reescrever a maneira como o Krita carrega e economiza recursos como pincéis. Então, isso é algo que demanda muito trabalho e requer muito tempo e atenção.

A principal razão pela qual a Comunidade KDE está reescrevendo parte do Krita é por causa dos usuários do Windows. Somente no mês passado, a Krita adicionou 1.500.000 clientes do sistema Microsoft à sua base de usuários, por isso parecia uma boa idéia focar um pouco mais neles. No total, o Krita 4.2.8 introduziu 44 alterações, praticamente todas para corrigir erros ou melhorar o desempenho de alguma função.

Krita 4.2.8: 44 alterações e mais amor pelo Windows que pelo Linux?

Krita 4.2.8 agora disponível

O Windows normalmente grava os arquivos salvos no disco real sempre que desejar. Portanto, se você reduzir o poder do seu computador antes do Windows, isso poderá danificar os arquivos. Com 1.500.000 usuários que não sejam o Krita no Windows 10 no mês passado, é muito provável que isso aconteça (assim como existem pessoas que trabalham exclusivamente com arquivos de salvamento automático não salvos, não faça isso!), Então agora tentamos forçar Windows para gravar arquivos em disco após salvar. Isso torna a economia mais lenta no Windows, mas a segurança adicional deve valer a pena.

Krita 4.2.8 agora disponível também para Linux

O Krita 4.2.8 já está disponível para Windows, macOS e Linux. Ao contrário de outros lançamentos, todos os três sistemas operacionais receberam a versão mais recente ao mesmo tempo. Os usuários de Linux já tem disponível em AppImage e versão Flatpak, mas a versão e repositórios Snap, incluindo KDE Backports ainda não foi atualizado.

Fonte: Linux Adictos

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.