in

Lançado APT 2.0 e novo driver do sistema de arquivos exFAT da Microsoft está configurado para o Linux 5.7

exFAT da Microsoft está configurado para o Linux 5.7.

Lançado APT 2.0 e novo driver do sistema de arquivos exFAT da Microsoft está configurado para o Linux 5.7

Desde o ano passado, os desenvolvedores do Debian têm trabalhado para o APT 2.0. E agora, finalmente, ele acaba de ser lançado.  Esta é uma ferramenta avançada de pacotes no Debian, Ubuntu e outras plataformas baseadas em DEB.

As mudanças no APT 2.0

Lançado APT 2.0 e novo driver do sistema de arquivos exFAT da Microsoft está configurado para o Linux 5.7

  • Entre outras novidades, o APT 2.0:
  • suporta padrões no estilo Aptitude para comandos que aceitam nomes de pacotes;
  • alterações na forma como espera pelos bloqueios do dpkg;
  • o apt/apt-get possui um satisfy sub-command;
  • libgcrypt é usado para executar melhor implementações de hash MD5/SHA;
  • várias outras otimizações de proteção de desempenho e segurança;
  • e outras alterações de desenvolvedor e empacotador.

Mais detalhes sobre o lançamento do APT 2.0 através do anúncio do desenvolvedor do Debian Julian Andres Klode.

 

exFAT da Microsoft está configurado para o Linux 5.7

Lançado APT 2.0 e novo driver do sistema de arquivos exFAT da Microsoft está configurado para o Linux 5.7

O Linux 5.4 trouxe um driver preliminar do sistema de arquivos exFAT da Microsoft, depois que a Microsoft tornou pública a especificação exFAT e incentivou o suporte ao Linux. Porém, com o kernel Linux 5.7, um novo driver de sistema de arquivos exFAT vai chegar, que é uma versão muito melhorada do código anterior.

O driver exFAT original da Microsoft que entrou no teste no Linux 5.4 foi baseado em um instantâneo de vários anos da Samsung e em várias outras melhorias ao longo do caminho. Porém, a Samsung internamente continuou trabalhando no driver exFAT Linux ao longo dos anos e enviando-o como parte de seus dispositivos.

Samsung

Desde a bênção da Microsoft no ano passado, que abriu a especificação técnica exFAT, a Samsung vem trabalhando para melhorar o driver do sistema de arquivos aprimorado e, finalmente, usar a base de código do kernel upstream para o que continuará a ser enviado em seus dispositivos Android.

A Samsung vem fazendo revisões significativas no código nos últimos meses, enquanto o driver exFAT em fase de execução continua vendo a limpeza do código desde que foi mantida.

Lançado APT 2.0 e novo driver do sistema de arquivos exFAT da Microsoft está configurado para o Linux 5.7
O Microsoft exFAT é usado predominantemente em unidades flash de consumo e cartões de memória.

Na fila desta semana, no repositório VFS da Al Viro, o novo driver exFAT da Samsung. Diz-se que este driver exFAT está em muito melhor forma e é mantido ativamente pelos engenheiros da Samsung e continuará a fazê-lo daqui para frente. Esse driver exFAT está entrando diretamente na área do sistema de arquivos do kernel, em vez de na preparação.

O driver de teste existente ainda não está definido para ser removido, mas na configuração do Kconfig está tornando os dois drivers exFAT mutuamente exclusivos, para que eles não possam ser ativados na mesma compilação do kernel. Presumivelmente, uma vez que esse novo driver exFAT seja confirmado, o driver de teste provavelmente será apagado da árvore. A nova implementação está em fs/exfat e usa a opção EXFAT_FS Kconfig para construção.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.