lancado-o-gnu-linux-redcore-linux-1801-beta

O Redcore Linux 1801 Beta é baseado no Gentoo e possui foco em desktop, então, se você sempre quis ter o Gentoo em seu computador saiba que há mais uma opção que torna isso possível. Ghiunhan Mamut é o responsável pelo projeto e anunciou a versão beta do Redcore Linux.

Nos últimos tempos, temos visto muitas novas distribuições baseadas no Gentoo, e isso é muito interessante. Em meio as novidades da versão 1801 Beta do Redcore, podemos citar um novo visual, e a redução drástica do consumo de memória RAM.

Todas as mudanças vão ser publicadas em breve, mas ficou claro no pequeno anúncio que o foco dele é ter a base do Gentoo, e melhorar e muito o visual, tornando o sistema agradável a quem gosta de customizações.

Os pacotes do Redcore Linux 1801 Beta são baseados nos lançamentos do Gentoo até o dia 13 de janeiro de 2018. Isso quer dizer que quando a ISO foi lançada, os pacotes contidos nela são desta data, mas não se preocupe, você pode atualizar normalmente a distribuição para que tenha acesso aos pacotes mais recentes.

O Linux Kernel nesta versão é o LTS 4.4.13 com MuQSS e UKSM que vem habilitado por padrão, para que haja um melhor desempenho no desktop. No instalador há mudanças, agora é possível criptografar quantas partições o usuário desejar, sem limites. Os requisitos para que o Redcore Linux 1801 Beta funcione normalmente, é de 1GB de RAM e 20 GB de espaço em disco.

Vale lembrar que o Redcore Linux 1801 Beta como o nome já diz, é uma versão beta, e você de cara é convidado a ajudar a testar a distribuição, mas lembre-se que não deve ser usado em ambientes de produção.

Para mais informações sobre o Redcore Linux 1801 Beta consulte os botões abaixo conforme o assunto:

Anúncio Oficial Download

Emanuel Negromonte
Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

Como Instalar o Slack no Linux Mint, Ubuntu e Derivados

Previous article

QMplay2: Um player leve e multiplataforma completo

Next article

You may also like

More in Notícias