in

Liberada a versão 2.6.4-10 da distro Linux Clonezilla Live

São várias alterações com melhorias, correções de erros e chega com o Kernel 5.3.7-1.

Clonezilla Live traz kernel Linux 5.9 e outras mudanças importantes

A distro Linux Clonezilla Live é baseada no Debian e contém o clonezilla, um software livre e de código aberto de clonagem de partição e disco semelhante ao True Image ou Norton Ghost e, algumas horas atrás, foi lançada a versão 2.6.4-10.

O principal benefício do Clonezilla Live é que ele elimina a necessidade de configurar um servidor DRBL com antecedência e a necessidade do computador ser implantado para inicializar a partir de uma rede.

Além disso, ele pode ser usado para criar imagens ou clonar computadores individuais usando uma unidade flash CD/DVD ou USB.

Embora o tamanho da imagem seja limitado pela capacidade de armazenamento da mídia de inicialização, esse problema pode ser eliminado usando um sistema de arquivos de rede, como sshfs ou samba.

Ele salva e restaura apenas os blocos usados no disco rígido.

Pois, com o Clonezilla, é possível clonar um sistema de 5 GB para 40 clientes em cerca de 10 minutos.

Destaques

Liberada a versão 2.6.4-10 da distro Linux Clonezilla Live

  • Sistemas de arquivos suportados: ext2, ext3, ext4, reiserfs, xfs, jfs do GNU/Linux, FAT, NTFS do Windows, HFS+ do macOS, UFS do BSD, minix do Minix e VMFS do VMWare ESX. Portanto, você pode clonar GNU/Linux, Windows e macOS baseado em Intel, não importa se o sistema operacional é de 32 bits (x86) ou 64 bits (x86-64);
  • O LVM2 (o LVM versão 1 não é) no GNU/Linux é suportado;
  • O Multicast é suportado no Clonezilla SE, adequado para clones massivos;
  • Baseado no partclone para clonar partição. No entanto, o clonezilla, contendo alguns outros programas, pode salvar e restaurar não apenas partições, mas também um disco inteiro.

Novidades da distro Linux Clonezilla Live 2.6.4-10

Liberada a versão 2.6.4-10 da distro Linux Clonezilla Live

Melhorias e alterações:

  • O sistema operacional GNU/Linux subjacente foi atualizado. Esta versão é baseada no repositório Debian Sid (a partir de 24-10-2019);
  • O kernel do Linux foi atualizado para 5.3.7-1;
  • Atualizada a tradução para o português do Brasil. Agradecimentos ao Rafael Fontenelle pela atualização;
  • Uma opção ‘-ps’ ou ‘–play-sound‘ foi adicionada no modo expert para que, quando o trabalho do Clonezilla for concluído, um som possa ser reproduzido;
  • Adicionado uma opção ‘-icol‘ para ‘ocs-live-feed-img‘, que pode ser usada para ignorar a verificação de que o ambiente em execução é Clonezilla live ou não;
  • Adicionado um arquivo de exemplo ‘singularity-debian-ocs.def‘ que possa ser usado para criar uma imagem Singularity.

Correções de erros:

  • Envie somente os resultados do trabalho do Clonezilla para o root, enquanto o MTA está em execução;
  • Atualizada a função ‘parse_cmdline_option‘ para que ele possa analisar o parâmetro de inicialização como ‘ocs_repository’ do grub;
  • O ID da máquina no GNU/Linux não deve ser criado na 2ª partição se existir devido ao sinalizador não ser redefinido;
  • Corrigido o problema de iso/zip de recuperação do Clonezilla com o ‘ocs-iso‘ e o ‘ocs-live-dev‘, devido ao caminho syslinux x86 e x64 recentemente modificado.

Por fim, você pode conferir mais detalhes das alterações e baixar a distro Linux Clonezilla Live 2.6.4-10 aqui.

Escrito por Redação SempreUpdate

Os artigos vinculados à este usuário são de terceiros. A informação aqui contida não foi elaborada originalmente por nós do SempreUpdate. Mas, publicamos conforme solicitação, envio ou recomendações do próprio autor, assessoria e outros departamentos comerciais ou não comerciais.

Driver Nvidia 440.64 lançado com suporte ao Kernel 5.6

NVIDIA anuncia GeForce GTX 1650 SUPER e GTX 1660 SUPER

WhatsApp confirma invasão de mais de 1.400 usuários

WhatsApp confirma invasão de mais de 1.400 usuários