in

Linux desativa kernel 5.0 otimizado

As mudanças não param de chegar ao novo Kernel , que já enfrenta algumas modificações.

Clear Linux OS da Intel agora oferece fluxos de trabalho personalizados para desenvolvedores

Faz apenas uma semana desde que o Linux 5.0 foi lançado mas as mudanças nele não param de acontecer. Primeiro, foi lançada no último final de semana uma versão corretiva. Agora, o novo kernel está sendo enviado para os usuários da plataforma Clear Linux da Intel. Na segunda-feira, a Intel substituiu seu kernel baseado no Linux 4.20 pelo Linux 5.0.1. Claro que a criação de kernel Linux é otimizada para desempenho como sempre. Assim, eles estão enviando vários patches no topo da base de código, embora alguns tenham sido descartados para 5.0.

Para alguns benchmarks rápidos, aqui está uma olhada na performance do Clear Linux com seu kernel 4.20 comparado com o build mais recente agora no Linux 5.0. Sete sistemas muito diferentes foram usados para esta rodada inicial de benchmarking do Linux 5.0 no Clear Linux.

O desempenho de E/S com várias unidades de estado sólido não foi alterado em vários benchmarks de armazenamento nessas caixas do Clear Linux.

O Sockperf é um dos poucos testes que regrediram no Linux 5.0. Isso não é devido às mudanças do Clear Linux, mas vimos isso acontecer em outras distribuições (Ubuntu), inclusive com as próprias construções de kernel. Essa regressão está acontecendo em sistemas selecionados e a partir da divisão parece ser devido a essa alteração de VRF no subsistema de rede .

Na maioria das cargas de trabalho, o desempenho do Linux 4.20 vs. 5.0 permanece inalterado.

Ou, em alguns casos, o Clear Linux atualizado leva a melhorias muito pequenas em alguns hardwares.

Curiosamente em algumas caixas o desempenho do Himeno foi um pouco melhor.

Como o Sockperf, o Ebizzy é outro perfil de teste que vimos com regressões no Linux 5.0 sob algumas condições.

Na maioria dos sistemas de teste, o desempenho do servidor da Web Nginx foi ligeiramente superior na compilação do Clear Linux atualizada.

Na maioria das vezes em dezenas de benchmarks, não houve grandes surpresas da mudança para o Linux 5.0. Ainda há algumas regressões 5.0 como vimos com o código Git upstream, mas no geral o desempenho está em grande parte alinhado com o Linux 4.20. Em alguns casos, melhor desempenho – pelo menos com a seleção de hardware testada para os benchmarks Clear Linux. Fora o desempenho, o Linux 5.0 foi inicializado e rodando bem em todos os sistemas testados até agora sem nenhuma regressão de funcionalidade. Aqueles que quiserem experimentar o Clear Linux com tecnologia 5.0 podem baixá-lo do ClearLinux.org.

Fonte

Written by Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

As principais novidades do Kernel 5.1

As principais novidades do Kernel 5.1

Linux Foundation anuncia a CHIPS Alliance para projetos de chips de código aberto

Linux Foundation anuncia a CHIPS Alliance para projetos de chips de código aberto