in

Mais um acidente supostamente envolvendo produto da Apple

Bateria com defeito em um iPad pode ter provocado incêndio que queimou uma residência inteira

mais-um-acidente-supostamente-envolvendo-produto-da-apple

Há poucos dias, uma ação foi movida contra a Apple no Tribunal Distrital da Filadélfia, Pensilvânia, que foi ao tribunal distrital federal esta semana. O Requerente Michael Macaluso afirma que sua casa foi queimada devido aos sistemas elétricos e de bateria de um iPad. Ou seja, mais um acidente envolvendo produto da Apple

- Anúncios -
mais-um-acidente-supostamente-envolvendo-produto-da-apple
Imagem: Reprodução | Gizchina

A Allstate Insurance, seguradora americana, pagou mais de $ 142.000 (mais de R$ 820 mil) para renovar a casa danificada pelo fogo de Michael Macaluso. Agora ele contratou um escritório de advocacia para buscar uma compensação da Apple.

Processo movido contra a Apple por suposto produto causar acidente

O processo alega que Macaluso não modificou, usou indevidamente ou fez qualquer alteração em seu iPad além do uso esperado pela Apple. O fato é que ele busca a compensação da empresa na justiça e, precisamos esperar o desenrolar desse processo para termos certeza de que o incêndio realmente foi causado pelo iPad da Apple.

Um processo semelhante foi movido contra a Apple em 2019 em nome de Julia Ireland Meo, uma residente de Nova Jersey, cujo pai morreu em um incêndio em um apartamento supostamente causado por uma bateria defeituosa do iPad.

O proprietário do complexo residencial onde ocorreu o incêndio, por meio de sua seguradora, ajuizou posteriormente uma segunda ação contra a Apple, exigindo o reembolso das prestações. As reivindicações ainda estão pendentes.

O Gizchina lembra que, vale ressaltar que este tipo de acidente não é exclusivo do iPad, que vários casos foram relatados com a bateria do iPhone também.

Caso da jovem que alega que seu carregador do iPhone pegou fogo no meio da noite

O Gizchina lembra de um episódio recente, onde uma garota de 17 anos chamada Amy Hall de Birmingham, Inglaterra, relatou que o carregador do seu iPhone pegou fogo e colocou fogo em um cobertor.

O incidente aconteceu na noite de 18 de março, quando Amy Hall foi para a cama. Ela conectou seu iPhone a um carregador e o deixou na cama ao lado dela. Depois de algum tempo, a garota de repente percebeu uma chama bem em seu cobertor e recebeu uma queimadura na bochecha. Amy ligou para a mãe, com quem apagaram o fogo sem chamar os bombeiros.

Os smartphones e carregadores modernos têm tecnologias para proteger contra picos de energia, superaquecimento e assim por diante. No entanto, nem todos os fabricantes produzem os mesmos produtos de qualidade. Não sabemos se, em ambos os casos, algum componente não era original da Appel, por exemplo. As apurações dos casos dirão.

Com informações de: Gizchina

Written by Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

Visa passa a aceitar criptomoedas

Visa passa a aceitar criptomoedas

Parrot 4.11 Security OS lançado com Linux 5.10 LTS

Parrot 4.11 Security OS lançado com Linux 5.10 LTS