in

Melhores aplicativos Linux para 2020

Uma variedade de aplicativos essenciais para aproveitar ao máximo o Linux

Melhores aplicativos Linux para 2020

Uma das grandes vantagens da maioria das distribuições Linux não é apenas o fato de serem gratuitas e de código aberto. A maioria dos aplicativos de software usados no Linux também. Embora alguns softwares orientados a negócios tenham um custo, para a maioria dos usuários domésticos, isso não ocorre. Então, quais são os melhores aplicativos Linux para 2020?

Porém, quais são os melhores aplicativos Linux que a maioria deveria instalar em 2020?

Felizmente, muitas distribuições Linux vêm com vários pacotes de software essenciais já incluídos no sistema operacional (SO), como é o caso dos desktops Windows e Apple. Isso significa que você não deve gastar muito tempo procurando o que realmente precisa.

No entanto, o software Linux está em constante desenvolvimento, assim como os aplicativos de software usados para executá-lo. Embora as atualizações para os pacotes incluídos devam ser fáceis de gerenciar, você provavelmente ainda desejará garantir um conjunto completo do software mais útil, nem todos os quais podem ser incluídos.

Portanto, aqui veremos o melhor dos aplicativos Linux para garantir que sua experiência com o Linux não seja menos rica do que outros sistemas operacionais.

1. Synaptic

Melhores aplicativos Linux para 2020

Embora algumas distribuições Linux como o Ubuntu venham com suas próprias lojas de aplicativos, nenhuma é tão rápida e fácil de usar quanto o Synaptic, que simplesmente serve como interface gráfica para o utilitário de linha de comando ‘apt-get’. Você pode instalá-lo em qualquer distribuição Linux baseada no Debian, como Ubuntu ou Linux Mint.

Navegue por categorias de aplicativos, como ‘Jogos e diversão’, usando o painel do lado esquerdo. Clique na caixa ao lado do nome de um aplicativo para marcá-lo para instalação (ou desinstalação) e clique no botão Aplicar na parte superior para afetar suas alterações. Todos os programas abordados neste artigo podem ser instalados via Synaptic.

VLC Media Player

(Crédito da imagem: VLC Media Player)

2. VLC Media Player

O VLC é mais conhecido por ser um media player, embora faça muito mais do que isso. Quando instalado, ele baixa codecs para praticamente todos os tipos de arquivos de áudio ou vídeo, o que significa que é improvável que você tenha problemas de reprodução novamente. O software também pode reproduzir DVDs.

Você pode usar o VLC para cortar arquivos de vídeo e até convertê-los de um formato para outro – de AVI para MP4, por exemplo. O cliente do media player também pode atuar como um servidor, permitindo transmitir mídia de um dispositivo para outro.

Mozilla Firefox

(Crédito de imagem: Mozilla Firefox)

3. Mozilla Firefox

O Firefox é o navegador da Web padrão para várias distribuições Linux, como Ubuntu e Linux Mint. A interface simples e fluida do navegador é uma de suas muitas atrações. O Firefox reproduz vídeos do YouTube imediatamente e pode baixar plug-ins para reproduzir outros formatos para você. O navegador também se atualiza constantemente, o que significa que você sempre tem a versão mais recente.

O Firefox suporta várias extensões para aprimorar sua experiência na Web, e você pode personalizar ainda mais o navegador na página de complementos da Mozilla, onde é possível instalar um tema colorido.

GIMP

4. GIMP

O GIMP (GNU Image Manipulation Program) é um editor de imagens gratuito. Pode ser usado para editar e retocar imagens redimensionando, adicionando camadas e outros efeitos especiais. Você pode acessá-las na caixa de ferramentas ou nos menus suspensos. O site do GIMP também possui uma ótima seleção de tutoriais.

Se você está acostumado ao Adobe Photoshop, pode levar algum tempo para se adaptar à interface do GIMP. No entanto, ele pode fazer quase tudo o que os editores de imagem profissionais são capazes. Você pode até adicionar determinados plugins do Photoshop ao GIMP.

Por padrão, o programa ocupa menos de 100 MB, o que é outro benefício considerável, principalmente para aqueles com pouco espaço em disco.

5. Deluge

Dilúvio

Enquanto muitas distribuições Linux já vêm com um cliente BitTorrent, o Deluge se destaca como um aplicativo leve e completo para baixar seus arquivos.

A interface é extremamente fácil de dominar e pode ser aprimorada por vários excelentes plugins suportados pela comunidade, que fazem coisas como desligar a máquina quando um download é concluído.

Você pode até configurar o Deluge para que ele possa ser acessado através de uma interface da web a partir de outros dispositivos, permitindo baixar arquivos para o seu computador em casa quando você estiver ausente.

6. Thunderbird

Thunderbird

O Thunderbird é um cliente de e-mail gratuito e poderoso. O assistente de configuração o orienta no processo de criação de um novo endereço de e-mail ou de configuração do seu endereço existente. O banco de dados do Thunderbird contém configurações de e-mail para todos os provedores comuns e você pode adicionar quantas contas desejar.

Como o Firefox, o Thunderbird pode ser aprimorado por complementos, como temas para torná-lo mais colorido ou maneiras melhores de classificar suas pastas de e-mail. O mais útil deles é, sem dúvida, a extensão Lightning, que adiciona um calendário em pleno funcionamento ao cliente de email.

7. LibreOffice

LibreOffice

O LibreOffice é nada menos que um conjunto completo de escritórios, concorrente de alternativas comerciais como o Microsoft Office. Embora a interface possa parecer bastante básica, este produto possui alguns recursos extremamente avançados.

O processador de texto LibreOffice Writer, o software de planilha Calc e o aplicativo de apresentação Impress estão pré-instalados no Ubuntu e na maioria de seus derivados. O pacote também inclui três aplicativos menos conhecidos – Draw, Math e Base – que são usados para editar gráficos vetoriais, compor fórmulas matemáticas e gerenciar bancos de dados, respectivamente.

Enquanto o LibreOffice usa o ODF (Open Document Format) por padrão, ele também pode abrir e salvar arquivos compatíveis com o Microsoft Office.

8. Pidgin

Pidgin

O Pidgin é um programa de mensagens instantâneas que permite conectar-se a várias redes de bate-papo ao mesmo tempo. No momento da redação deste texto, incluem AIM, Bonjour, IRC e Google Talk, para citar apenas alguns. Infelizmente, o bate-papo no Facebook não está mais disponível, pois a rede social abandonou o suporte ao protocolo de mensagens XMPP aberto.

O Pidgin pode ser aprimorado instalando plugins de terceiros. Algumas delas permitem que você se conecte a outras redes de bate-papo, como o Skype, enquanto outras podem ser usadas para proteger suas conversas, por exemplo, o plug-in de mensagens OTR (Off the Record).

9. ClamAV

ClamAV

Embora as máquinas Linux não possam ser afetadas por vírus projetados para infectar o Windows, seu PC pode acidentalmente encaminhar arquivos nocivos para outros computadores, por exemplo, em um anexo de email. Hoje em dia, existem até alguns incidentes de malware direcionados aos sistemas Linux .

O scanner antivírus ClamAV fornece um pouco de tranquilidade, pois pode detectar muitos tipos de malware. É frequentemente usado em servidores de correio, mas será executado com êxito no sistema da área de trabalho se você quiser verificar arquivos ou pastas.

Por padrão, o ClamAV pode ser usado apenas na linha de comando, mas você pode usar o Synaptic para instalar ‘ clamtk ‘ e ‘clamtk-nautilus’ para permitir que você verifique seu sistema e arquivos individuais com apenas alguns cliques do mouse.

10. Audacity

Audácia

O Audacity é um programa de edição que permite gravar e mexer com áudio. O Audacity não apenas pode gravar áudio simultaneamente de várias entradas (por exemplo, um microfone USB ou uma guitarra elétrica), como também pode aparar e editar clipes. Além disso, ele suporta várias faixas, permitindo, por exemplo, gravar letras e fazer backup de músicas separadamente.

O software também suporta vários efeitos de áudio, como redução de ruído, conforme detalhado em seu manual extremamente abrangente, que acompanha o Audacity e está disponível online . O Audacity também suporta plug-ins VST (Virtual Studio Technology). As faixas podem ser exportadas em vários formatos de som populares, como WAV, OGG e MP3. Se você quiser saber mais sobre o Audacity, leia nossa análise completa aqui .

Considere também esses aplicativos

Melhores aplicativos Linux para 2020

O Shotcut é um editor de vídeo gratuito e de código aberto, disponível não apenas para GNU/Linux, mas também para macOS e Microsoft Windows. Possui suporte para os mais recentes formatos de vídeo e áudio, incluindo 4K, e inclui uma ampla variedade de efeitos de vídeo e edição. Além do áudio multipista, ele também pode ser usado em uma máquina Linux configurada com mais de um monitor.

O Clementine Music Player é outro aplicativo de mídia multiplataforma, que permite organizar e pesquisar sua biblioteca de músicas salva. Também pode ser usado para reproduzir CDs e criar listas de reprodução, além de reproduzir estações de rádio na Internet do Spotify. Um toque legal é que ele tentará baixar a arte do álbum ausente da Amazon e Last.fm. Você também pode usar seu telefone Android como um dispositivo de controle remoto.

O VirtualBox é uma máquina de virtualização de código aberto que fornece suporte para várias plataformas, inclusive para Linux. Embora seja de propriedade da Oracle, ainda é o único produto de virtualização profissional gratuito no mercado. Também roda em vários sistemas operacionais, incluindo mais antigos, como DOS e Windows 3, e também inclui Solaris e OpenBSD.

O Visual Studio Code é o editor de texto gratuito da Microsoft para codificação e agora oferece suporte a várias plataformas apenas para Windows, mas também para macOS, bem como para as famílias Debian e Red Hat do Linux. Ele vem com uma variedade de plugins, fornece atalhos de teclado, suporta refatoração de código, depuração e inclui integração Git.

Fonte: Techradar

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.