Take a fresh look at your lifestyle.

Microsoft abre código do gerenciador de arquivos do Windows 3.0

O software hoje em dia não é mais usado, mas não podemos deixar de observar que o fãs da época estão passando por uma nostalgia sem fim

Para alguns usuários da década de 90, ver a Microsoft abrir o código do gerenciador do Windows 3.0 esta sendo uma verdadeira nostalgia. Descobrir como um software proprietário funciona é muito complexo, devido a falta de documentação e obviamento do código fonte, com isso, é sempre feito em alguns casos uso da engenharia reversa, mas neste caso nem precisou.

Desde 2017 que muitos softwares produzidos pela Microsoft estão tendo alterações nas licenças e também o código fonte disponibilizado para quem quiser fazer modificações e estudos, o fato é que mesmo a Microsoft abrindo o código do gerenciador de arquivos do Windows 3.0 no momento ele pode não ser muito útil, até porque já é possível usar outros gerenciadores de arquivos produzidos ou não pela Microsoft no Windows, Linux, Android e outros.

Mas para a época, qualquer gerenciador de arquivos era melhor do que o MS-DOS e ais que surge a 28 anos o Windows File Manager 3.0 que permitia os usuários do Windows copiar, mover, excluir e pesquisar arquivos. Para aqueles que gostam de testar e compilar, saiba que o código atual é possível ser compilado e até usado no Windows 10.

 

gerenciador de arquivos do Windows 3.0-windows
Foto reprodução: Tom Warren / The Verge

A informação da possibilidade de uso na versão do Windows mais recente veio através do site The Verge que fez o teste e divulgou a novidade. Por outro lado, alguns usuários estão considerando essas atitudes da Microsoft engraçadas, afinal de contas, somente softwares antigos estão tendo seus códigos liberados, o que de fato deveria ser considerado normal, já que nenhum empresa que desenvolve software proprietários costuma abrir tudo rapidamente.

Bom, se você é programador e gosta de se divertir, então confira algumas informações extras.

GitHub WinFile

Via TheVerge
Comentários