in

Microsoft lança a iniciativa Azure Space com Starlink da SpaceX

A Microsoft está trabalhando com a SpaceX para fornecer conectividade por satélite no Azure.

A Microsoft lançou sua iniciativa Azure Space em 20 de outubro para posicionar o Azure na conectividade relacionada ao espaço e satélite do mercado de nuvem.

A iniciativa destina-se a atrair empresas da indústria pública e privada nos mercados de agricultura, energia, telecomunicações e governo. Também se destina a qualquer cliente com necessidades de acesso remoto e largura de banda.

Microsoft lança a iniciativa Azure Space

O principal rival da Microsoft na nuvem, a AWS, anunciou sua própria estratégia e unidade espacial chamada Aerospace and Satellite Solutions, em junho de 2020. Ela também criou seu próprio empreendimento de satélite chamado Projeto Kuiper que concorre com a Starlink da SpaceX.

Microsoft lança a iniciativa Azure Space com Starlink da SpaceX
A Microsoft lançou sua iniciativa Azure Space em 20 de outubro. Imagem: Microsoft.

A Microsoft está promovendo a SpaceX de Elon Musk como um de seus principais parceiros do Azure Space. A Microsoft está trabalhando com a SpaceX para fornecer conectividade à internet por satélite no Azure. A dupla planeja oferecer a opção de conectar a banda larga via satélite Starlink da SpaceX ao novo Azure Modular Datacenter da Microsoft.

O Azure Modular Datacenter (MDC) é o Azure em um contêiner. O MDC destina-se a oferecer aos clientes uma opção robusta para configurar um datacenter do Azure em locais remotos.

A Microsoft e a SpaceX também planejam oferecer conexões entre a Starlink e a rede global da Microsoft, incluindo dispositivos de computação de ponta Azure. A ideia é integrar as estações terrestres da SpaceX com recursos de rede do Azure, dando aos clientes acesso a todos os tipos de serviços Microsoft.

A Microsoft também anunciou um novo serviço chamado Azure Orbital Emulator. O serviço é um ambiente de emulação que realiza simulações massivas de constelações de satélites com software e hardware. É para desenvolvedores de satélites que precisam avaliar e treinar algoritmos de IA envolvendo redes de satélites antes de lançar satélites.

Fonte: ZDNET

Microsoft acusa hackers ligados à China de infectarem o Azure

Microsoft demite equipe do Azure e é criticada por ativistas

Microsoft lança uma prévia da sua plataforma de computação Azure Quantum