Notícias

17/11/2021 às 10:00

5 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Microsoft traz de volta a Tela Azul da Morte do Windows

Saiba o motivo de terem voltado atrás nesta mudança.

Microsoft traz de volta a Tela Azul da Morte do Windows

Depois de algum tempo alterada, a tela Azul da Morte do Windows está de volta. Em julho, poucos dias após o evento de lançamento do Windows 11, a Microsoft disse que a mítica Tela Azul da Morte (BSOD) do Windows estava chegando ao fim e se despedindo dos usuários. No entanto, um novo comunicado deixa claro que aquilo foi um “até logo”. Naquela época, a Tela Azul já teria um sucessor, agora adotando o preto. Assim, adotaria essa nova coloração. Era uma maneira de atualizar algo que estava no sistema de uma forma e de outra desde o Windows 3.0.


Depois de experimentar variações em 2016, passando do azul para o verde para indicar problemas nas versões do programa Windows Insider, a mudança quebrou uma tradição de décadas. Porém, agora, a Microsoft desistiu oficialmente dessa alteração. Foi a primeira grande mudança no BSOD desde que a Microsoft adicionou um rosto triste à tela do Windows 8.

Tudo volta ao normal. Microsoft traz de volta a Tela Azul da Morte do Windows

Microsoft traz de volta a Tela Azul da Morte do Windows

Em uma postagem da Microsoft referindo-se ao Insiders Beta e ao Release Preview Channel Build 22000.346, a empresa mencionou o seguinte.

Mudamos a cor da tela para azul quando um dispositivo para de funcionar ou ocorre um erro de parada, como nas versões anteriores do Windows.

E isso é tudo que a empresa diz sobre isso. Ou seja, não sabemos quando chegará a mudança para a versão estável do Windows 11, que por outro lado não está sendo “tão estável” no computador da maioria dos usuários do sistema, embora seus problemas não tenham a ver com o momento com telas da morte. Essa mudança agora está sendo revertida em uma atualização do Windows 11 que deve ser lançada a qualquer momento.

A Microsoft introduziu o BSOD pela primeira vez no Windows 3.0. Assim, ela ofereceu uma maneira para profissionais de TI e equipe de suporte diagnosticarem falhas de hardware e memória. Um BSOD é um erro de kernel do próprio Windows e normalmente inclui um despejo de dados que os administradores de TI podem analisar para determinar o que está causando as falhas.

No The Verge eles especulam que o motivo pode ter a ver com a confusão gerada para as equipes de suporte ao negócio, que, esperando ver telas azuis, descobrirão que os clientes descrevem telas pretas, que tendem a ter mais a ver com problemas gráficos e de comunicação ou conexão do monitor.

Com informações de Genbeta

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.