in

Microsoft vai fechar suas lojas do varejo, diz vice-presidente da gigante!

o fechamento já começou e novas informações já estão sendo divulgadas!

Na manhã desta sexta-feira(26), tomamos um susto ao ler diversos sites internacionais com a mesma temática nos trends do Google. Como dito, a Microsoft vai fechar suas lojas de varejo e isso já começa a ser posto em prática hoje, e para ontem. A pandemia certamente fez com que muitas empresas acelerassem seus processo de digitalização, e o trabalho remoto tem sido utilizado cada vez mais. Pelo visto o setor tecnológico está mudando mesmo para o novo mundo.

Inicialmente era um rumor, depois veio o comunicado, e não é que a Microsoft vai fechar suas lojas. No entanto alguns detalhes cercam a declaração da empresa que foi dada através do Linkedin. Em um post, David Porter, atual vice-presidente corporativo da Microsoft Store, anunciou as mudanças nos planos.

Enquanto esperamos, começamos um novo capítulo para a Microsoft Store. Nossa equipe tem sucesso comprovado em atender clientes além de qualquer local físico. Estamos entusiasmados com a oportunidade de inovar na forma como nos envolvemos com todos os clientes, otimizar nosso talento para obter maior impacto e, o mais importante – ajudar nossos valiosos clientes a obter mais. – disse Porter.

Ele revela no post que as vendas tanto de hardware quanto de software teve forte crescimento durante este período. Os dados são do Microsoft.com e lojas digitais Xbox e Windows, ao todo mais de 1 bilhão de clientes utilizaram a loja online da Microsoft para fazer suas compras em 190 mercados, e isso com seus colaboradores trabalhando e atendendo o público de casa.

Desta forma, ele destaca no texto que a necessidade de lojas físicas da Microsoft já não é tão interessante para o público e para a empresa.

Como será o fechamento das lojas físicas da Microsoft?

Porter diz que nem todas as lojas serão fechadas, mas o fechamento será criterioso. Segundo ele, a empresa vai seguir etapas. No primeiro momento, a Microsoft realizará a transição dos funcionários varejo para começarem a trabalhar em escritórios corporativos da empresa ou até mesmo remotamente.

Depois a empresa vai focar em ofertas digitais atrativas, como descontos, campanhas ou até combos, e suporte virtual ao cliente. Por fim, ele diz que a empresa vai manter as lojas existentes em Londres, Nova York, Syndey e Redmond abertos. No entanto, o site The Verge disse que esses locais passarão a ser Centros de Experiência da Microsoft, e que não vão vender produtos.

E por fim, segundo a imprensa nacional, a Microsoft fechou suas 80 lojas no Brasil. No comunicado não havia nenhuma informação sobre as lojas brasileiras, mas agora está sendo divulgada a nova informação. Então, agora já podemos afirmar que sim, a Microsoft vai fechar suas lojas.

Com informações do LinkedIn Microsoft, The Verge, TechTudo, TecnoBlog