in

MIT desenvolve ventilador barato e de código aberto para tratamento do coronavírus

Somente as infecções mais graves por COVID-19 requerem um ventilador, que fornece oxigênio a pressões mais altas para manter os pacientes respirando.

MIT desenvolve ventilador barato e de código aberto para tratamento do coronavírus
Imagem: Reprodução | Extreme Tech.

À medida que a pandemia de coronavírus continua a piorar, os centros médicos em todo o mundo começaram a ficar sem suprimentos vitais, como máscaras, luvas e desinfetantes. Além disso, os hospitais estão com falta de ventiladores, que podem manter vivos os pacientes com COVID-19 se a doença se tornar grave. Uma equipe do MIT desenvolveu um ventilador de código aberto chamado MIT E-Vent que poderia obter aprovação regulatória em breve.

O E-Vent é baseado em um projeto iniciado quase uma década atrás, como parte do curso MIT Precision Machine Design. Ao contrário dos caros ventiladores mecânicos nos hospitais, este é um ventilador manual que o pessoal precisaria operar manualmente. Os alunos projetaram o dispositivo para uso em áreas rurais e países em desenvolvimento onde os ventiladores mecânicos não estavam disponíveis ou não eram confiáveis. A equipe construiu um protótipo (mostrado acima) e publicou um artigo, mas o projeto não foi além disso.

MIT desenvolve ventilador barato e de código aberto

Com tão poucos ventiladores, o projeto abandonado foi revivido e enviado à Food and Drug Administration (FDA) sob uma Autorização de uso de emergência. Além disso, a FDA está realizando testes com porcos e poderá aprovar o projeto em um futuro próximo.

Quando os alunos do MIT fizeram o trabalho inicial há uma década, eles estimaram que o dispositivo custaria cerca de US$ 100 para ser construído. Isso é consideravelmente mais baixo do que o preço dos ventiladores mecânicos que estão tão escassos. Além disso, eles fizeram modificações para garantir que o dispositivo fosse fácil de fabricar e operar, e desenvolveram uma nova estrutura metálica para maior durabilidade.

MIT desenvolve ventilador barato e de código aberto para tratamento do coronavírus
Imagem: Reprodução | Extreme Tech.

Somente as infecções mais graves por COVID-19 requerem um ventilador, que fornece oxigênio a pressões mais altas para manter os pacientes respirando. Atualmente, os EUA têm cerca de 170.000 ventiladores em hospitais, mas muitos especialistas alertam que casos graves de coronavírus podem chegar a várias centenas de milhares.

Fonte: Extreme Tech

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.