in

Navegador Web Vivaldi 2.9 foi lançado

Chega adicionando mais opções ao seu menu e melhorando o desempenho.

Nesta manhã de Halloween, a Vivaldi Technologíes lançou o Vivaldi 2.9. Esta é a versão mais recente do navegador web criado pelo ex-CEO da Opera, baseado no Chromium, que vem com muitas notícias excelentes, entre as quais temos algumas melhorias de desempenho que farão as abas de abertura e fechamento parecerem mais fluídas, o que melhora a velocidade geral do navegador.

Também foram incluídas melhorias para usuários na China, Japão e Coréia.

Na lista de notícias, que você pode acessar nesse link, destacaram as alterações no menu (Preferências/Aparência/Menu).

Além disso, no Vivaldi 2.9, eles melhoraram a estrutura do menu, adicionando mais opções e flexibilidade, o que nos permite acessar nossas funções preferidas de maneira mais intuitiva e rápida.

No entanto, abaixo você tem a lista das notícias mais destacadas do Vivaldi 2.9.

Novidades do navegador web Vivaldi 2.9

  • Melhorias no menu, que inclui novos elementos:
    • Painéis da web: os painéis da web personalizados podem ser acessados no menu acima.
    • Mostrar a barra de guias: agora podemos acessar a barra de guias com um único clique ou até ocultá-la;
    • Favoritos: quando vemos um favorito listado no menu Vivaldi, agora podemos clicar com o botão direito do mouse para acessar um menu contextual e executar ações diferentes;
    • Relatar um bug diretamente do menu de ajuda.
  • Possibilidade de configurar permissões globais para sites em Preferências >> páginas da Web >> Permissões por padrão;
  • Aprimoramentos de vídeo no macOS, que incluem correções para problemas de reprodução de vídeo HTML5;
  • Melhorias de desempenho;
  • Suporte e usabilidade aprimorados na China, Japão e Coréia.

Contudo, o navegador web Vivaldi 2.9 está agora disponível a partir desse link para novas instalações.

Como ao instalar o repositório Vivaldi pela primeira vez, os usuários existentes do Linux verão a nova versão como uma atualização no Centro de Software de sua distribuição ou no aplicativo Atualização de Software.

Via: LinuxAdictos