Neuralink de Elon Musk espera iniciar testes em humanos este ano

Musk recentemente participou de um talk show onde revelou alguns dos avanços da Neuralink.

Neuralink de Elon Musk espera iniciar testes em humanos este ano

A missão da Neuralink é usar interfaces cérebro-máquina inovadoras para possivelmente curar doenças neurológicas mortais e controlar nossos dispositivos simplesmente usando nossas mentes. A empresa Neuralink pode estar dando um grande passo nessa direção se o FDA aprovar os testes em humanos este ano, como sugere Elon Musk. A empresa já fez experiências com sucesso em primatas e porcos.

Embora a tecnologia em desenvolvimento seja interessante e tenha muitas aplicações, a empresa ainda não fez experimentos em humanos. Isso pode mudar, já que Musk disse recentemente que a Neuralink poderia receber aprovação para iniciar os testes em humanos.

O CEO da SpaceX e da Tesla disse a notícia em resposta a um usuário do Twitter que se ofereceu para fazer parte de qualquer estudo clínico devido à paralisia.

Neuralink de Elon Musk espera iniciar testes em humanos este ano
A missão da Neuralink é usar interfaces cérebro-máquina inovadoras para controlar nossos dispositivos simplesmente usando nossas mentes. Imagem: Neuralink.

Fornecer aos deficientes uma maneira de se moverem seria uma excelente aplicação da tecnologia da Neuralink. Outras condições neurológicas, como doença de Alzheimer, podem ser potencialmente curadas ou, pelo menos, tornar-se menos mortais.

Musk recentemente participou de um talk show onde revelou alguns dos avanços da Neuralink. Musk disse:

Já temos um macaco com um implante sem fio no crânio e os minúsculos fios, que podem jogar videogame usando a mente. Ele não está desconfortável e não parece estranho e você nem consegue ver onde o implante neural foi inserido.

Em agosto passado, a empresa realizou uma demonstração ao vivo de sua tecnologia, mostrando a capacidade de prever o movimento de um porco enquanto ele estava em uma esteira.

A principal diferença é que o chip dentro do macaco era sem fio, enquanto o porco ainda estava conectado. Essa é uma etapa vital se a empresa deseja implantar um chip em seres humanos.

Tech Spot

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

Intel recupera participação de mercado de CPUs da AMD pela primeira vez em 3 anos

Intel recupera participação de mercado de CPUs da AMD pela primeira vez em 3 anos

Microsoft anuncia a nova experiência de downloads do Microsoft Edge

Microsoft anuncia a nova experiência de downloads do Microsoft Edge