in

Nvidia e AMD mostram ganhos de computação de alto desempenho

A supercomputação da Nvidia está ligada ao A100, o design de GPU baseado na arquitetura Ampere.

A Nvidia e a AMD mostram ganhos em sua tecnologia de computação de alto desempenho, segundo nova lista de supercomputadores TOP500. A Nvidia disse que seus sistemas acelerados por GPU estão alimentando oito dos 10 supercomputadores mais rápidos, enquanto a AMD afirma que seus processadores EPYC estão alimentando quatro dos 50 sistemas de supercomputador de maior desempenho do mundo.

A princípio, a supercomputação da Nvidia está ligada ao A100, o design de GPU baseado na arquitetura Ampere e o maior salto geracional de todos os tempos para uma de suas GPUs. Projetada para datacenters, a GPU de várias instâncias é otimizada para HPC e inferência, com mais de 54 bilhões de transistores.

Nvidia e AMD mostram ganhos de computação de alto desempenho

A Nvidia disse que switches InfiniBand da Mellanox foram integrados ao A100 para criar o Selene, que estreou em 7º lugar no ranking. Projetado em menos de um mês, a Nvidia disse que o Selene fornece mais de um exaflop de processamento de IA e é altamente eficiente em termos de energia e o supercomputador industrial mais rápido nos EUA.

Nvidia e AMD mostram ganhos de computação de alto desempenho
O supercomputador Summit. Imagem: Laboratório Nacional de Oak Ridge, EUA.

Enquanto isso, a AMD disse que seus processadores EPYC estão alimentando quatro dos 50 sistemas de supercomputação de mais alto desempenho do mundo: Joliot-Curie, Belenos, Mahti e Uninett Sigma2 (da empresa francesa Atos). Além disso, os processadores da AMD fazem parte das novas instalações do CERN; da nuvem Amazon Web Services, Google e Oracle Cloud; e do Frontier e El Capitan, dois dos supercomputadores exascale mais rápidos do mundo ainda em desenvolvimento.

Fonte: ZDNET

Leia mais:

Linus Torvalds muda da Intel para AMD Ryzen Threadripper após 15 anos

AMD está trabalhando em novos processadores Ryzen 3 para rivalizar com os novos Core i3 Comet Lake da Intel

Intel diz que vai acompanhar a AMD na criptografia de memória

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.