in

Nvidia firma acordo com VMware para oferecer GPUs virtualizadas

O novo produto permite que as empresas virtualizem trabalho de IA, aprendizado de máquina e aprendizagem profunda, seja no local ou como parte do VMware Cloud na AWS.

Nvidia firma acordo com VMware para oferecer GPUs virtualizadas

A Nvidia e a VMware anunciaram um novo produto de software que permite aos clientes virtualizar GPUs, seja no local ou como parte do VMware Cloud na AWS. As empresas dizem que é a primeira oferta de nuvem híbrida que permite que as empresas usem GPUs para acelerar trabalho de IA, aprendizado de máquina ou aprendizagem profunda. Portanto, a Nvidia firma acordo com VMware para oferecer GPUs virtualizadas.

Em um data center moderno, as organizações vão usar GPUs para impulsionar a inteligência artificial, o aprendizado profundo e a análise, disse John Fanelli, vice-presidente de gerenciamento de produtos da Nvidia.E devido à escala desses tipos de cargas de trabalho, eles farão algum processamento no local, em centros de dados, alguns processando em nuvens e continuamente interagindo entre eles, finalizou.

Como se dá o acordo firmado da Nvidia com VMware para oferecer GPUs virtualizadas?Nvidia firma acordo com VMware para oferecer GPUs virtualizadas

A nova oferta começa com o produto de data center corporativo – o novo software Virtual Compute Server (vComputeServer) da Nvidia. É otimizado para o vSphere da VMware e estará disponível em todos os principais OEMs, incluindo Cisco, Dell, HPE, Lenovo e Supermicro.

Agora podemos levar a inteligência artificial ao data center de forma que os administradores de TI do data center executem e projetem seus datacenters, ou seja, em um ambiente virtualizado, disse Fanelli.

O vComputeServer foi anunciado na conferência da VMWorld em San Francisco. Contou com a participação de empresas que estão contratando mais e mais cientistas para obter mais informações a partir de dados proprietários e públicos. Eles podem já estar usando Rapids da Nvidia.  Trata-se de um conjunto de bibliotecas de processamento de dados e de aprendizado de máquina. Do mesmo modo, permite a aceleração da GPU para fluxos de trabalho de ciência de dados.

vComputeServer fornece suporte para Rapids e suporta contêineres. Além disso, suporta o compartilhamento de GPU, bem como a agregação de GPU por um único usuário para trabalhos maiores.

VMware Cloud no Dell EMC agora disponívelNvidia firma acordo com VMware para oferecer GPUs virtualizadas

A VMware apresentou ofertas de nuvem novas e expandidas que, segundo ela, ajudarão os clientes a atender às necessidades exclusivas de aplicativos tradicionais e modernos, chamando a nuvem híbrida de um novo padrão para a empresa.

A empresa está se posicionando para permitir uma plataforma de nuvem híbrida consistente. Abrange, então, todas as principais nuvens públicas: AWS, Azure, Google Cloud, e IBM. Além disso, há mais de 60 parceiros VMware Cloud Verified em todo o mundo.

Possui mais de 70 milhões de cargas de trabalho em execução no VMware. Dessas, 10 milhões estão na nuvem. Elas são executadas em mais de 10.000 datacenters pelos provedores do VMware Cloud.

O fundamental aqui são as diferentes plataformas de aplicativos, os serviços de aplicativos que nossos clientes desejam executar. Podemos permitir que eles sejam executados praticamente em qualquer lugar. E podemos oferecer a eles operações consistentes, telemetria consistente, ferramentas consistentes para todos esses também, disse Wolf CTO, Global Field e Industry at VMware.

Foi revelada uma série de aprimoramentos de nuvem híbrida na VMworld em San Francisco. O primeiro é a disponibilidade inicial do VMware Cloud na Dell EMC.Também foi anunciado o VMware vRealize Operations 8.0. Este fornecerá recursos novos e aprimorados para operações de nuvem híbrida autônoma e de infraestrutura hiperconvergente. Da mesma forma, haverá monitoramento de várias nuvens.

Kubernetes da VMware na Tanzu

Nvidia firma acordo com VMware para oferecer GPUs virtualizadas

Após o anúncio da aquisição da Pivotal, a VMware acredita que a Tanzu a posicionará para oferecer o portfólio mais abrangente, baseado em Kubernetes, para aplicações corporativas. A Tanzu será essencial em como as organizações construirão, executarão e gerenciarão software no Kubernetes.

Com o seu plano para o Tanzu, a aquisição da Pivotal desempenhará um papel vital. Tanzu é uma nova marca que a VMware está lançando para seu portfólio de aplicativos modernos. Atualmente, inclui a PKS, mas, no futuro, também incluirá os projetos e produtos da Pivotal. A compra custou nada menos que U$ 2,7 bilhões e foi anunciada no último dia 22. Da mesma forma, anunciou a compra da Carbon Black por U$ 2,1 bilhões.

Assim, a Nvidia firma acordo com VMware para oferecer GPUs virtualizadas e outras novidades sobre virtualização são apresentadas.

Via ZDNet

Written by Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Automação e inteligência artificial podem mudar o ambiente de trabalho

Automação e inteligência artificial podem mudar o ambiente de trabalho

Por que e como instalar o Kernel LTS no Arch Linux?

Por que distribuições são lançadas com kernels diferentes?