in

O Arch Linux é bom? Hora de mudar de distribuição Linux?

Arch Linux um sistema que cresce com suas necessidade. Aproveite e conheça seus diferentes gerenciadores AUR (Yay, Pakku, Aurutils,Trizen e Pikaur).

o-arch-linux-e-bom-hora-de-mudar-de-distribuicao-gnu-linux

Quando o assunto é Arch Linux pode ser que alguns entortem o nariz, outros, veneram a distribuição. O fato é que o Arch Linux tem sido muito comentado nos últimos tempos em nosso canal no Telegram. Usuários dentre os mais variados perfis interessados em trocar de sistema de ir direto para o Arch Linux, mas será que é simples assim? Mas, se você quer uma distribuição Linux para ressuscitar computadores, saiba que temos o artigo distribuições Linux minimalistas e leves.

Escolhendo o Arch Linux

Quando um usuário vier a escolher o Arch Linux é muito importante que ele já tenha uma base em torno do GNU/Linux, ou vai ter dores de cabeça, tanto por desconhecer o funcionamento do sistema, quanto em ter que ficar na mão daqueles que dominam o assunto, então o melhor é aprender, e ler muito antes de tomar a decisão.

Não é preciso ser expert, mas é preciso não ter preguiça de ler e aprender, se este for o seu caso, o Arch Linux não é para você. O caminho mais fácil é ler a documentação do Arch Linux, tentar instalar o sistema em uma máquina virtual e pensar se é isso mesmo o que você quer.

KISS

A ideia do Arch Linux é o KISS, que é uma abreviação que em nosso idioma quer dizer: “Mantenha simples, estúpido”. A ISO do sistema não vem com ambientes instalados, você precisa conhecer os ambientes, as aplicações e depois instalar, isso faz com que a distribuição fique com a sua cara, do seu jeito sem aquele monte de pacotes que você não instalou.

A instalação do Arch Linux tem um nível de dificuldade mediana, se comparado a outras distribuições que requerem um domínio maior sobre a estrutura do Linux. Mas, há distribuições baseadas nele que podem suprir as necessidades, mas o Arch Linux dito puro, pode ter grandes vantagens.

Vantagens do Arch Linux

A ISO vem apenas com o sistema base, e isso permite que você instale tudo o que você precisa. O Arch Linux é otimizado para arquiteturas i686 e x86-64, isso garante um desempenho muito bom, de novo, se comparado com outras distribuições.

Diga adeus aos downloads de ISO por ciclo, o Arch Linux é rolling release, ou seja, não existe versionamento semestral, anual ou bienal, tudo o que o usuário precisa fazer é manter o sistema atualizado, e assim, você terá os últimos pacotes lançados e um sistema hiper atualizado.

Mensalmente o Arch Linux lança uma nova ISO, mas isso dar-se pelo fato de que é importante garantir que a base do sistema esteja sempre atualizada, especialmente para quem for instalar a distribuição pela primeira vez. O Arch Linux não é terra de pacotes antigos.

Softwares

Um ponto importante, e que ao meu ver é relevante, é o imenso número de softwares, saiba que quando um software não estiver no repositório oficial, certamente algum voluntário já deve ter empacotado e enviado para um repositório chamado de AUR, que é semelhante as famosas PPA’s do Ubuntu.

Gerenciadores de pacotes

O gerenciador de pacotes dos repositórios oficiais do arch é o Pacman, para os repositórios de usuarios do arch (AUR) existem algumas opções que abordaremos a seguir. O Yaourt, que já foi o mais popular gerenciador de pacotes para o AUR, foi descontinuado.

Gerenciador de pacotes AUR

O gerenciador de pacotes Pacman só opera com os repositórios oficiais, a fim de operar com o repositório da comunidade, o AUR, temos alguns gerenciadores de pacotes, também chamados de auxiliares (AUR helpers), que são os que abrirão as portas para o AUR.

A seguir veremos alguns dos gerenciadores de pacotes desenvolvidos para fazer uso dos pacotes disponíveis nos repositórios do AUR, fazendo com que o número de pacotes a serem instalados em nosso arch ou seus derivados mais amplos, aprendamos a instalá-los e saberemos suas principais características para escolher aquele que melhor atende às suas necessidades.

Nota: É importante ter o pacote git instalado para fazer o download de qualquer gerenciador que será exposto antes da instalação.

Para verificar se está instalado, executamos:

pacman -Q git

Se instalado, o retorno no terminal será o seguinte:

git 2.21.0-1

Caso contrário, como saída, nos será dito que o pacote não foi encontrado. Para instalá-lo, se necessário, executamos:

sudo pacman -S git

E com isso teremos tudo o que precisamos para instalar o nosso ajudante. É hora de escolher um dos disponíveis.

Instalação de gerenciadores de pacotes do AUR

Em seguida, veremos um por um os ajudantes que estão atualmente em manutenção e quais são os que recomendamos para a instalação. A informação sobre as características destes, foi extraída diretamente do repositório do GitHub onde encontramos cada um dos projetos.

Yay

Yay é um bom ajudante do AUR, escrito em Go com o objetivo de fornecer uma interface pacman com o mínimo de entrada do usuário, já como uma pesquisa e quase sem dependências.

Recursos Yay

  • Baixar o PKGBUILD de ABS ou AUR.
  • Suporte a busca estreitando e a fonte PKGBUILD não é obtida.
  • O binário não tem dependências adicionais para o pacman.
  • Ele soluciona as dependências de forma avançada e elimina as dependências ao final do processo de compilação.
  • Suporta saída colorida quando você ativa a opção Cor no arquivo /etc/pacman.conf.

Yay instalação

git clone https://aur.archlinux.org/yay.git

cd yay

makepkg -si

Pakku

Pakku é outra alternativa que ainda está em seu estágio inicial. No entanto, o fato de ser novo não significa que ele não tenha nenhum dos recursos suportados por outro assistente do AUR. Ele faz o seu trabalho muito bem e, juntamente com a busca e instalação de aplicações do AUR, elimina as dependências após uma compilação.

Características do Pakku

  • Pesquisa e instalação de pacotes do Arch User Repository.
  • Visualização de arquivos e alterações entre compilações.
  • Criação de pacotes a partir de repositórios oficiais e eliminação de dependências após uma compilação.
  • Recuperação PKGBUILD e integração Pacman.
  • A interface do usuário semelhante às opções Pacman e pacman é suportada.
  • A configuração do Pacman suporta e não há fontes PKGBUILD.

Instalando o pakku

git clone https://aur.archlinux.org/pakku.git
cd pakku
makepkg -si

Aurutils

O aurutils é basicamente uma coleção de scripts que automatiza o uso do Arch User Repository. Você pode pesquisar o AUR, verificar atualizações para diferentes aplicativos instalados e resolver problemas de dependência.

Recursos Aurutils

  • Utiliza repositório local que lhe dá um benefício de suporte ao arquivo pacman, e todos os pacotes funcionam com -asdeps.
  • Pode haver vários repos para tarefas diferentes.
  • Atualize o repositório local de uma só vez com aursync -u.
  • Pkgbase, formato longo e suporte bruto para aursearch.
  • Capacidade de ignorar o pacote.

Instalação de Aurutils

git clone https://aur.archlinux.org/aurutils.git

cd aurutils

makepkg -si

Trizen

O Trizen, desenvolvido em Perl, é um ajudante leve e muito rápido e um dos mais seguros para gerenciar pacotes dos repositórios do AUR.

Recursos do Trizen

  • Permite que você instale pacotes AUR.
  • Pacotes de pesquisa.
  • Leia os comentários dele.
  • Atualizar pacotes do AUR.
  • Resolver dependências de pacote recursivamente.
  • Interação com o pacman built-in.
  • Capacidade de editar arquivos de texto de suporte.
  • Saída com suporte a UTF-8.

Instalação Trizen

git clone https://aur.archlinux.org/trizen.git

cd trizen

makepkg -si

Pikaur

Pikaur, é um ajudante do AUR com dependências mínimas. Revise os PKGBUILDs de uma só vez e, em seguida, construa todos sem interação com o usuário. Inspirado por pacaur, yaourt e yay. Em vez de tentar ser mais esperto que o pacman (usando –nodeps, –force, –ask, –confirm e assim por diante) ele simplesmente diz ao pacman interativamente o que fazer. Se o pacman fizer uma pergunta inesperada, o usuário só poderá responder manualmente.

Recursos do Pikaur

  • Construa PKGBUILDs locais com AUR deps (-P / – pkgbuild).
  • Recuperar PKGBUILDs AUR e ABS (-G / – getpkgbuild).
  • Gerenciar interativamente problemas comuns de compilação (como uma chave GPG não confiável ou uma discrepância de checksum, arquitetura incorreta).
  • Usando usuários systemd dinâmicos se você compila pacotes como usuário root.
  • Mostrar notícias do Arch não lidas antes do sysupgrade.
  • Seleção anual de pacotes na solicitação de instalação usando o editor de texto (ignorar atualizações indesejadas ou selecionar o provedor de pacotes).
  • Mostrar o pacote diff do AUR e verificar os arquivos PKGBUILD e .install.
  • Atualize -git, -svn e outros pacotes de desenvolvimento.
  • Nomes de pacotes AUR na conclusão do shell (bash, fish, zsh).

Instalação de Pikaur

git clone https://aur.archlinux.org/pikaur.git

cd pikaur

makepkg -si

E não acabou! Digamos que você encontre um pacote e queira empacotar, o Arch Linux conta com o PKGBUILD que vai criar o pacote que você escolheu com toda simplicidade do mundo, mas como já disse desde o começo, tem que ler para aprender.

Leitura obrigatória

O Arch Linux também tem a boa fama de ter uma documentação grande e muito detalhada, então a leitura para aprender a usar o sistema também é obrigatória. Uma equipe muito competente atualiza a documentação sempre que houver alterações.

Medo do rolling release

Como todo o sistema é rolling release, é raro o risco de quebra do Arch Linux ou grandes problemas. Mas pode ocorrer. Por isso mais uma vez, cuidado ao fazer instalações e ao aceitar a instalação ou remoção de dependências, você pode estragar o sistema, por isso que sempre frisamos a importância da leitura e da pesquisa.

Mas, se der algum problema, existem centenas de ferramentas que podem restaurar o sistema sem nenhuma dificuldade, tudo é uma questão de aprendizagem.

Considerações finais

O Arch Linux se mantem vivo até hoje  com a mesma qualidade já conhecida. Se você quer um sistema otimizado e onde você escolhe o que vai ou não instalar, certamente este sistema é para você.

Se você quer ter os pacotes mais recentes, como ambientes e aplicações em suas novas versões, bem como experimentar os recursos, saiba que sim, o Arch Linux pode ser a solução.

O sistema é essencialmente recomendado para aqueles que gostam de ter controle sobre o sistema de uma maneira geral e também para aqueles que gostam de aprender e possuem como parte da rotina a leitura e pesquisa.

Por hora, saiba que é um sistema estável, mesmo seguindo o modelo de rolling release e possui um comunidade ativa. Procure ler, aprender e testar e com toda certeza você não vai ser arrepender.

Agora, se você sentiu firmeza e esta dentro dos requisitos, é hora de instalar! Tire um tempo para ler a documentação oficial do Arch Linux. Nós também fizemos um tutorial de instalação do Arch Linux para 2019.

Written by Adriano Frare

Escritor do livro Aplicações Avançadas em LINUX com mais de 20 anos trabalhando com LINUX e UNIX.

WhatsApp lança sistema de pagamentos

WhatsApp lança sistema de pagamentos

9 maneiras que mostram que o Linux está dominando o mundo

9 maneiras que mostram o Linux dominando o mundo