in

O futuro da inteligência artificial no setor de transporte aéreo

Neste artigo, veja como será o futuro da inteligência artificial no setor de transporte aéreo. Veja o que as empresas já estão planejando.

O futuro da inteligência artificial no setor de transporte aéreo
Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

Embora as viagens aéreas estejam em baixa por não parecer mais um luxo e agora estão parecendo nada mais do que um ônibus voador, muitas das mudanças foram boas para a indústria e tornam os voos muito mais agradáveis para o viajante.

Um grupo de companhias aéreas acredita que essa é apenas a ponta do iceberg. Consequentemente, houve algumas mudanças em relação à Inteligência Artificial (IA) e essas companhias aéreas acreditam que o efeito da IA em seu setor está realmente apenas na sua infância.

IA nas companhias aéreas

Claro, os assentos estão muito mais próximos, e você precisa estar em um longo voo para obter uma refeição grátis, sem falar em uma refeição quente grátis. Além disso, em alguns voos, você paga por tudo, incluindo assento e água.

No entanto, existe um mundo de opções de entretenimento. Em vez de assistir a um filme a bordo, se você estiver em um desses voos mais longos, agora você tem uma série de programas de TV e filmes para assistir. Além disso, os voos oferecem a Internet para que você possa fazer seu trabalho, verificar as redes sociais, verificar seu e-mail etc. Há uma rede inteira de opções lá.

E algumas das companhias aéreas que estavam participando do Festival Mundial de Aviação em Londres discutiram o que estavam fazendo atualmente com a IA e o que esperam fazer no futuro.

O chefe de AI e TI da Scandinavian Airlines, Daniel Engberg, disse que eles vêem um enorme potencial para machine learning e acredita que a AI ainda nem amadureceu.

Ele disse:

A IA ainda não foi escalada. Temos que ser honestos sobre isso. Falamos muito sobre IA, mas ela não é madura. Acreditamos que apenas daqui a três ou a cinco anos. Iniciamos esta iniciativa e acreditamos que ela continuará aumentando.

Algumas empresas aéreas já começaram a desenvolver inteligência artificial

A Scandinavian Airlines, em particular, está estudando como a IA pode melhorar seus negócios, perguntando:

Como você cria valor quando fala em IA?

O futuro da inteligência artificial no setor de transporte aéreo
O futuro da inteligência artificial no setor de transporte aéreo. Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

Embora a companhia aérea tenha vários projetos focados em IA em andamento, Engberg falou em particular sobre engenheiros de dados e como eles “dão vida à IA”. Ele mencionou as previsões de atraso de voo como um exemplo, imaginando se elas podem usar machine learning para “prever que há uma probabilidade de 70% de atraso”. Ele sabe que a chave é como eles a configuram e “a espalham pela empresa”.

O vice-presidente de análise empresarial e Data Science da Emirates, Eliano Marques, não está na companhia há tanto tempo, mas observa que eles estão construindo plataformas de IA do zero e que estão desenvolvendo recursos de acordo depois de analisar “problemas diferentes dos clientes em relação à engenharia”.

Ele crescentou:

Falamos sobre redes de deep learning. Estamos construindo a base. A ciência de dados e a IA têm a ver com mudar processos.

Como usar a IA é um aspecto importante

A Turkish Airlines conectou sua frota, embora o chefe da inteligência, Serdar Yakut, diga:

A IA é uma grande variedade de coisas. Agora tudo está sendo chamado de IA. A IA é realmente importante.

Ele não é muito específico sobre o modo como eles usam a IA na companhia aérea e para onde eles acreditam que está indo, mas acrescentou que “todo o material de otimização está sendo chamado de IA, mas não é”. Isso traz um ponto interessante para se manter atualizado. Em suma, pode haver pressa em chamar as coisas de IA, mesmo quando elas provavelmente não o são.

O CIO da Virgin Atlantic, Ash Jokhoo, é novo no setor, mas está animado com o futuro. “As tecnologias estão lá. Dessa maneira, você precisa re-imaginar seus processos. Além do mais, a interface humana do cliente é realmente importante” e, por causa disso, ele promete que “nunca digitalizará essa experiência. Há algumas coisas que você não deseja que a tecnologia interfira.”

Um lugar para a Inteligência Artificial

Embora essas companhias aéreas não tenham falado especificamente sobre como a experiência do cliente pode mudar com o avanço da IA, não há dúvida de que todas elas vêem um futuro com ela.

Eles observaram que ainda está começando e que estão começando a usar a tecnologia. Enquanto eles procuram promover suas empresas, ainda estão sintonizados com a experiência do cliente. No entanto, eles também estão tentando não implementar a IA apenas por fazer. Eles não querem comprometer esse elemento humano.

Por fim, é esclarecedor ouvir um setor que vê coisas boas da IA, ouvir sua empolgação e também seu desejo de não prejudicar a experiência do cliente. Afinal, como você acha que isso afetará seus voos no futuro?

Se gostou, não deixe de compartilhar!

Fonte: IoT Tech Trends

Leia também: Google analisa como a IA pode melhor servir a humanidade

Escrito por Leonardo Santana

Astrônomo amador e eletrotécnico. Apaixonado por TI desde o século passado.

mozilla-comeca-a-cobrar-por-servicos

Mozilla começa a cobrar por serviços para empresas!

Como melhorar a inicialização do GRUB

Como melhorar a inicialização do GRUB