in

O gerenciador de pacotes Synaptic completou 18 anos

Conheça um pouco mais sobre a história do lendário Synaptic Package Manager.

O gerenciador de pacotes Synaptic completou 18 anos
Imagem: reprodução / TechBizmo

Synaptic, o conhecido gerenciador de pacotes usado pelas distribuições Linux baseadas no Debian (especialmente quando usam um ambiente gráfico baseado em GTK), completou 18 anos em 13 de novembro, mantendo-se hoje como uma ferramenta essencial para muitos.

Embora por muitos anos seja considerado um aplicativo intimamente ligado ao espectro Debian, na verdade o Synaptic nasceu das mãos de uma empresa brasileira chamada Conectiva (que mais tarde se uniria ao Mandrake Linux para formar o Mandriva) e inicialmente gerenciava pacotes RPM.

O gerenciador de pacotes Synaptic completou 18 anos
Uma imagem antiga do Conectiva Linux com Synaptic

Pouco tempo depois, tornou-se um gerenciador de pacotes muito popular.

Alguns recursos do gerenciador de pacotes Synaptic

  • Instale, remova e atualize pacotes;
  • Atualize o sistema inteiro;
  • Pesquise e filtre a lista de pacotes disponíveis;
  • Execute atualizações inteligentes do sistema;
  • Corrija dependências de pacotes quebrados;
  • Edite a lista de repositórios usados (sources.list);
  • Remoção completa de pacotes com facilidade.

Suas funções de busca permitiram encontrar pacotes economizando muito tempo e obter informações facilmente e com o clique do mouse.

Agradecimentos

O gerenciador de pacotes Synaptic completou 18 anos

De acordo com a aba “Pessoas” em sua página oficial, gostaríamos de agradecer a todos os seguintes desenvolvedores, colaboradores e mantenedores do Synaptic:

Autor:

  • Alfredo K. Kojima

Mantenedores:

  • Michael Vogt
  • Gustavo Niemeyer

Colaboradores:

  • Enrico Zini
  • Sebastian Heinlein
  • Panu Matilainen

Página HTML:

  • Daniel Paarmann

E todos os tradutores

Considerações finais

Em resumo, o Synaptic tornou o gerenciamento dos pacotes nas distribuições GNU/Linux que o incluíram ou forneceram mais amigável, também o Ubuntu da versão 4.10 a 10.10, quando parou de ser instalado por padrão para aprimorar o uso dos diferentes Lojas de software Canonical ao longo de sua história.

Apesar de tudo, para muitos usuários avançados, ainda é uma ferramenta essencial e pode até ser considerada como um dos precursores das lojas de aplicativos que conhecemos hoje.

Pouco se pode dizer de uma ferramenta que já foi uma revolução. Hoje, os gerenciadores de pacotes estão perdendo espaço diante das lojas de aplicativos cada vez mais capazes, que oferecem interfaces um pouco mais amigáveis – apesar de eu não utilizá-los.

No entanto, para muitos usuários avançados do Debian e derivados Synaptic, sempre será essencial.

Via: MuyLinux / masLinux / FOSS Post

Escrito por Fabiano Rodrigues

Usuário de Linux desde o Kurumin; servidor público, tecnólogo em análise e desenvolvimento de sistemas, amante de software livre e de código aberto; apaixonado por jogos, louco por rock e heavy metal, filmes e seriados.

Os cientistas desenvolveram uma nova estrutura de IA para impedir que as máquinas se comportem mal

Os cientistas desenvolveram uma nova estrutura de IA para impedir que as máquinas se comportem mal

Bliss OS agora permite executar o Android 10 no seu PC

Bliss OS agora permite executar o Android 10 no seu PC