in

O Google está testando o Memory

Uma atualização do Google Assistente para salvar e encontrar tudo

o-google-assistente-agora-pode-encontrar-seu-iphone-e-mais

O Google está supostamente trabalhando em um novo recurso para o Assistente, chamado Memory, uma combinação de uma lista de tarefas, um aplicativo de notas, uma lista de leitura tipo Pocket e um quadro de coleta no estilo Pinterest em um único armário digital abrangente integrado ao Google Assistente.

- Anúncios -

O 9to5Google foi o primeiro a revelar o recurso, que atualmente está em testes de “dogfood” para funcionários do Google. Mas, certamente será implementado para todos, em breve.

o-google-esta-testando-o-memory
Imagem: SearchEngineJournal

De acordo com o 9to5Google, o Memory do Google Assistente pode salvar uma grande variedade de conteúdo, incluindo “artigos, livros, contatos, eventos, voos, hotéis, imagens, filmes, música, notas, fotos, lugares, listas de reprodução, produtos, receitas, lembretes, restaurantes, capturas de tela, remessas, programas de TV, vídeos e sites.”

Embora o Google Assistente já tenha um recurso de Memória para salvar informações, a nova iteração de Memória parece ser uma atualização importante, que parece integrar o recurso “Coleções” que o precedeu e receber o faturamento principal na barra de menu principal ao lado da visualização instantânea diária do Assistente. Quem ganha com isso é o usuários.

Encontre qualquer coisa que você salvou no Memory do Google Assistente

A ideia é que você possa salvar quase tudo, incluindo links ou capturas de tela, imagens de objetos ou notas manuscritas, ou ainda listas digitais de tarefas, ou lembretes. O Memory permitirá que você pesquise, classifique e revisite tudo o que você salvou. Ou seja, você vai conseguir encontrar tudo, sem muitos esforços.

Dependendo do que você estiver salvando, o Memory também incluirá informações contextuais: salve uma receita, por exemplo, e mostrará o tempo de cozimento. Salve um filme que você gostaria de assistir e incluirá um link para o trailer. E, claro, os itens baseados no Google que você salva (como Google Docs ou arquivos enviados do Drive) receberão cartões de visualização personalizados, destaca o The Verge.

Além disso, para armazenar coisas no Memory, os usuários podem usar um comando do Google Assistente ou um atalho recém-adicionado à tela inicial. Uma vez adicionados ao Memory, os itens salvos podem ser marcados, com categorias como “Importante” ou “Ler mais tarde”, por exemplo, bem como classificados ou pesquisados para encontrar um item específico.

O Memory do Google Assistente ainda está em fase de testes, e o Google não anunciou nenhum plano de quando ele será lançado aos usuários. Em uma declaração ao The Verge, um porta-voz do Google comentou: “Estamos constantemente iterando e experimentando novas maneiras de melhorar a experiência do usuário, mas não temos mais detalhes para compartilhar no momento.”

Com informações de: The Verge

Written by Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

snapdragon-780g-da-qualcomm-traz-recursos-do-snapdragon-888

Snapdragon 780G da Qualcomm traz recursos do Snapdragon 888

Chrome 90 lançado com codificação AV1 e novas APIs

O Google remove a extensão ClearURLs do Chrome