in

Ookla anuncia Speedtest VPN grátis

Por enquanto, serviço é limitado a 2 GB.

Ookla anuncia Speedtest VPN grátis

O Speedtest é famoso em todo o mundo por medir a velocidade de nossa conexão. Agora, a empresa Ookla, responsável pelo serviço, acaba de lançar uma nova opção de VPN grátis: a Speedtest VPN. Como já é amplamente conhecido, quem deseja testar a velocidade da Internet, a solução mais procurada é o Speedtest.net. Porém, a Ookla, a empresa por trás do serviço popular, quer espalhar seu alcance em outras áreas, especialmente no mercado de VPN.

Ookla anuncia Speedtest VPN grátis

A Ookla começou a lançar um novo serviço de VPN gratuito para seus usuários. A VPN Speedtest pode ser acessada diretamente dos aplicativos Android e iOS. No entanto, os usuários de PC terão que esperar um pouco mais, por enquanto.

Assim como outros serviços de VPN, a empresa aponta para sua política de zero logs quando alguém pergunta se o Speedtest VPN registrará suas atividades na Internet. O serviço atribui endereços IP compartilháveis de um pool de mais de 40.000 endereços para anonimizar a identidade do usuário.

A Ookla fez parceria com a empresa NetProtect, com sede em Seattle, para oferecer o serviço VPN, que já gerencia a infraestrutura dos principais fornecedores, incluindo IPVanish, Encrypt.me entre outros.

Como usar o Speedtest VPN?

Como usar o Ookla Speedtest VPN

Para usar a VPN gratuita da Ookla, verifique se o aplicativo Speedtest para Android ou iOS está atualizado no seu dispositivo.

Você encontra a opção VPN (com ícone de cadeado) na parte inferior do aplicativo Speedtest. Toque no botão de alternância e siga as etapas para criar o perfil Speedtest VPN no seu dispositivo.

Agora, a Speedtest VPN é gratuita. Entretanto, oferece apenas 2 GB de largura de banda para consumir todos os meses. Além disso, se você realizar um teste de velocidade da Internet enquanto estiver conectado à VPN, será contabilizado no seu limite de dados.

A Ookla diz que também oferecerá uma outra opção paga assim que o serviço VPN sair da versão beta.
Fonte: Fossbytes

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.