in

Os processadores móveis da AMD agora são 25 vezes mais eficientes que em 2014

O ponto de virada na história da AMD foi a mais recente versão da microarquitetura Zen 3.

A AMD anunciou que alcançou a meta de criar processadores móveis 25 vezes mais eficientes em 2020 em comparação com seus processadores em 2014. Por exemplo, a empresa alega que o Ryzen 7 4800H é 31,7 vezes mais eficiente do que em 2014, excedendo a meta inicial de melhorar a economia de energia em 25 vezes!

Além disso, a empresa conseguiu reduzir o tempo médio de computação para uma tarefa em 80% e o consumo de energia em 84%, novamente em comparação com 2014.

Os processadores móveis da AMD agora são mais eficientes

A AMD diz que trabalhou nas otimizações no nível do silício e nos recursos de gerenciamento de energia para atingir a meta. Além disso, não é preciso dizer que os processadores mostraram melhorias significativas no desempenho no mesmo período.

A eficiência energética de um chip é conhecida pela análise do desempenho por watt de energia consumida. Os benefícios de um chip com baixo consumo de energia incluem:

  • melhor duração da bateria;
  • melhor desempenho;
  • impacto ambiental reduzido.
Os processadores móveis da AMD agora são 25 vezes mais eficientes que em 2014
Houve um tempo em que a AMD estava perdendo o mercado para a Intel, mas as coisas mudaram agora, e a AMD geralmente é a que está do lado vencedor. Imagem: AMD.

O ponto de virada na história da AMD foi a mais recente versão da microarquitetura Zen 3 (processo de 7 nm) que a empresa construiu. O Zen original foi baseado em um processo de 14 nm e introduziu recursos avançados nos processadores da empresa.

Por fim, caso queira ler mais matérias sobre código aberto, Linux, Android, hardware, internet, programação e ficar atualizado com as novidades do mundo da tecnologia, acompanhe as matérias no canal do Sempre Update no Telegram.

Fonte: Fossbytes

Leia mais:

Nvidia e AMD mostram ganhos de computação de alto desempenho

AMD diz que vai corrigir novos bugs de processadores até o final de junho

System76 lança laptop Linux com AMD