in

Parrot 4.9 Security chega com o Kernel 5.5 e novo instalador

No entanto, recomendação é atualizar para o Kernel 5.6.

Acaba de sair a mais nova versão do sistema operacional Parrot, destinado à segurança para testes de penetração e hackers éticos. De acordo com a ParrotSec, o Parrot 4.9 Security é uma nova versão importante de sua distribuição GNU/Linux que chega com o Kernel 5.5 e novo instalador. Sendo assim, o Parrot 4.9 está aqui um pouco mais de um mês após o Parrot 4.8. Com o novo Kernel ele oferece melhor suporte de hardware e aprimoramentos para placas Wi-Fi e GPUs Intel.

No entanto, a série Linux 5.5 chegou ao fim da vida útil com a atualização do kernel 5.5.19 do Linux lançada na semana passada. Isso significa que ele não será mais suportado. Portanto, se você puder atualizar o Parrot 4.9 para a série mais recente do kernel Linux 5.6, faça-o o mais rápido possível.

Parrot 4.9 Security chega com o Kernel 5.5 e novo instalador

Parrot 4.9 Security chega com o Kernel 5.5 e novo instalador

Outra grande melhoria na versão Parrot 4.9 é um novo instalador, baseado no Calamares, a estrutura universal de instaladores usada por várias distribuições GNU/Linux, como Lubuntu, Manjaro ou KaOS.

Por ser baseado no Debian GNU/Linux, o Parrot Security OS ainda inclui o Instalador Debian para quem precisa ou não gosta do Calamares.

Calamares torna todo o processo de instalação não apenas melhor, mas também mais rápido, solicitando primeiro o particionamento e depois configurando o usuário mais tarde enquanto a instalação é executada em segundo plano, explicou os desenvolvedores.

Outras características

O iniciador do aplicativo Parrot Menu também recebeu alguma atenção neste lançamento. Sua estrutura de menu foi aprimorada e os lançadores redundantes ou duplicados foram removidos. O Parrot usa MATE como ambiente de área de trabalho padrão.

O Anonsurf, o modo anônimo usado pelo Parrot OS, foi atualizado com suporte para dnstool, conclusão de comandos do bash, suporte nyx para o comando status e suporte para daemon.

Além de tudo isso, o Parrot 4.9 remove todas as ferramentas de teste de penetração que dependiam do Python 2, que não é mais suportado. Estes serão substituídos por novas ferramentas em versões futuras.

E não é só: todas as atualizações de softwares que fazem parte do Debian 10 Buster também foram incorporadas.

Baixar

Você pode baixar os vários sabores do Parrot 4.9 agora mesmo no site oficial. Contudo, como o Parrot é uma distribuição de release, você pode atualizar as instalações existentes do Parrot 4.8 usando o seguinte comando no Terminal:

sudo parrot-upgrade