in

Polícia alemã apreende servidores em datacenter alojado em antigo bunker da OTAN

Neste artigo, veja como a polícia alemã apreendeu servidores ilícitos da dark web em datacenter alojado em antigo bunker da OTAN.

Polícia alemã apreende servidores em datacenter alojado em antigo bunker da OTAN
Polícia alemã apreende servidores em datacenter alojado em antigo bunker da OTAN. Crédito: Reprodução / Computer Weekly

Os policiais alemães alegam que pode levar anos para examinar os dados armazenados nos servidores que foram apreendidos pela polícia local durante uma invasão a um datacenter alojado em um antigo bunker da OTAN, em meio a alegações de que o local estava sendo usado para hospedar sites de tráfico de drogas e abuso infantil.

Servidores apreendidos em antigo bunker da OTAN

De acordo com um relatório da Associated Press, o local foi fechado no final da semana passada, após uma investigação de longa duração que se acredita estar em andamento desde maio de 2019.

Sabe-se que mais de 600 agentes da lei participaram da operação, resultando em sete prisões. Contudo, há 13 pessoas (variando entre 20 e 59 anos de idade) sob investigação.

Entende-se que o local, localizado na Alemanha Ocidental, foi adquirido em 2013 por um homem de 59 anos de idade. Ele é considerado o cérebro por trás de sua transformação em um centro de dados que permite atividades ilegais.

Conteúdo dos servidores da dark web no datacenter

É relatado que a instalação abrigou uma variedade de mercados, especializados na venda de mercadorias ilícitas, incluindo as plataformas de tráfico de drogas de Wall Street Market, Orange Chemicals e Cannabis Road. Além disso, havia a venda de produtos falsificados e imagens de abuso de crianças.

O local também foi vinculado a um ataque de bots de rede à empresa de telecomunicações alemã Deutsche Telekom em 2016. Este ataque desconectou um milhão de roteadores dos clientes da empresa.

Os investigadores descreveram o local como um “ambiente à prova de balas” em reconhecimento ao fato de que ele foi construído e operado para que as atividades que ele abrigava pudessem continuar sem alertar as autoridades.

Johannes Kunz, um chefe de polícia criminal regional, considerou o ataque um “enorme sucesso”, especialmente devido ao esforço envolvido em obter acesso físico ao local.

Polícia alemã apreende servidores em datacenter alojado em antigo bunker da OTAN
O local foi fechado no final da semana passada, após uma investigação de longa duração que se acredita estar em andamento desde maio de 2019. Crédito: Reprodução / Deutsche Welle

Sobre a operação no antigo bunker da OTAN

Um relatório do site de notícias alemão, DW, afirma que a instalação ocupa 5.000 m² e se estende por cinco andares abaixo do solo, e é protegida por câmeras de vigilância.

Kunz disse:

Conseguimos levar as forças policiais para o complexo de bunkers, que possui o mais alto nível militar. Assim, tivemos que superar não apenas proteções reais ou analógicas, mas também violar as proteções digitais do datacenter.

Outra reportagem da imprensa alemã sugere que 200 servidores foram obtidos até o momento como resultado da invasão, além de documentos em papel, telefones celulares e grandes quantidades de dinheiro.

Kunz descreveu o tamanho da captura como “gigantesca”. Ele acrescentou:

Isso nos manterá ocupados por vários meses ou anos.

Neste artigo, você viu como a polícia alemã apreendeu servidores da dark web em datacenter alojado em antigo bunker da OTAN.

Se gostou, não deixe de compartilhar!

Fonte: Computer Weekly

Leia também: DeepWeb – O Lado Obscuro da Internet

Escrito por Leonardo Santana

Astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

Richard Stallman critica a Microsoft e pede liberação do código fonte do Windows

Richard Stallman critica a Microsoft e pede liberação do código fonte do Windows

container-instalar-docker-compose-no-ubuntu-18-04

Container: instalar Docker Compose no Ubuntu 18.04