in

Por que o uso de gerenciadores de senhas do navegador não é recomendado?

Utilize suas senhas com mais segurança na web.

Por que o uso de gerenciadores de senhas do navegador não é recomendado?

Existem muitas contas e registros que precisamos gerenciar diariamente. Para isso, é essencial ter senhas realmente fortes. Essa é sem dúvida a melhor barreira para evitar intrusos. Agora, ter senhas seguras significa que cada uma deve ser diferente, ter letras, números e outros caracteres. Isso significa que será difícil lembrar de todos eles. É aqui que os gerenciadores de senhas entram em cena. No entanto, explicaremos nesse artigo, o porquê o uso de gerenciadores de senhas do navegador não são seguros.

O uso de gerenciadores de senhas, algo cada vez mais importante

Por que o uso de gerenciadores de senhas do navegador não é recomendado?

Estamos constantemente criando contas, registros, expandimos nossos aplicativos para acessar bancos, por exemplo. Isso nos faz ter que lidar com um grande número de senhas. Se fizermos bem as coisas, teremos que ter um código diferente em cada caso.

Uma senha forte deve ter letras (maiúsculas e minúsculas), números e outros caracteres especiais. Tudo isso de forma aleatória e sempre usando símbolos, letras e números que não se relacionam conosco. Somente então geraremos senhas realmente fortes que não podem ser adivinhadas.

Mas é claro que controlar tudo isso é complicado. Especialmente aquelas senhas que usamos menos serão difíceis de lembrar. É por isso que é vital ter gerenciadores de senhas para nos ajudar.

Além de gerenciar senhas, também podemos gerar senhas realmente fortes. Muitos dos gerenciadores de senhas têm a possibilidade de nos permitir gerar automaticamente senhas que atendem às condições de segurança.

Por que o uso de gerenciadores de senhas do navegador não é recomendado?

Por que o uso de gerenciadores de senhas do navegador não é recomendado?

Existem muitos gerenciadores de senhas que podemos ter à nossa disposição. Existem gratuitos e pagos e também para todos os tipos de dispositivos e sistemas operacionais. Algumas podem ser multiplataformas e nos permitem usá-las em dispositivos móveis e também em computadores.

Dentro de todas as opções que temos, podemos encontrar seus próprios gerenciadores de senhas do navegador. Estamos falando, por exemplo, do gerenciador de senhas usado pelo Google Chrome, que hoje é o navegador mais popular.

Isso é útil porque nos permite ter todas as senhas e fazer login facilmente nos sites. Isso nos proporciona maior conforto, para não ter que colocar os dados constantemente ou lembrar as senhas.

Agora, é realmente seguro? Explicaremos o porquê isso pode ser um problema e pode ser melhor usar outras alternativas.

Acesso físico a senhas

Um dos problemas, como no Google Chrome, é que alguém com acesso físico ao nosso computador pode ver as senhas. No navegador do Google, basta acessar o menu, entrar em Configurações e clicar em Senhas. Aparecem tudo o que salvamos.

Obviamente, para vê-los, solicitaremos a senha do dispositivo. O que acontece se alguém souber a senha da nossa equipe? Pode ser um problema se estamos compartilhando o dispositivo e não queremos que eles conheçam facilmente nossas senhas para acessar outras plataformas.

Esse é um dos inconvenientes e perigos do uso de um gerenciador de senhas do navegador. É verdade que nem todos os navegadores são iguais, mas pelo menos no caso dos mais usados é um problema.

Ataques hipotéticos contra o navegador

Nossas senhas são armazenadas com segurança pelo navegador. Mas é claro que nada é 100% seguro. Eles poderiam sofrer um ataque hipotético que colocaria em risco as informações e senhas dos usuários. Dependemos, até certo ponto, da confiabilidade desse navegador e de que ele não terá problemas de segurança no futuro.

Eles não alertam para possíveis vazamentos

Certos gerenciadores de senhas têm funções para nos notificar caso ocorram vazamentos de dados e nossas senhas não sejam mais seguras. Essa é uma falta que está presente nos principais gerenciadores integrados no próprio navegador.

Limitado a um único navegador

Outro motivo pelo qual pode não ser aconselhável usar o gerenciador de senhas de um navegador é que estamos limitados a esse navegador.

Se estivermos usando o gerenciador de senhas do Chrome, por exemplo, nossas senhas estarão lá. No entanto, não podemos usá-los para navegar pelo Firefox ou outro navegador.

Esse problema não ocorre se usarmos um gerenciador de senhas separado, que podemos usar para diversos fins e também estar presente em mais dispositivos.

Funções limitadas

Você também deve ter em mente que as funções são mais limitadas. Por exemplo, muitos deles não permitem gerar senhas ou compartilhá-las com outros usuários. Eles também não têm funções profissionais que podem servir a muitos usuários.

Muitos gerenciadores de senhas nos permitem armazenar muito mais do que senhas. Podemos usá-los como um tronco para guardar informações e dados confidenciais, por exemplo.

Portanto, para você utilizar suas senhas com mais segurança na web, recomendo fortemente o uso do KeePass, KeePassXC ou outro gerenciador de senhas que não seja do navegador.

Via: RedesZone

Escrito por Fabiano Rodrigues

Usuário de Linux desde o Kurumin; servidor público, tecnólogo em análise e desenvolvimento de sistemas, amante de software livre e de código aberto; apaixonado por jogos, louco por rock e heavy metal, filmes e seriados.

Uma nova arquitetura de chips pode entregar 1 quadrilhão de operações por segundo!

Uma nova arquitetura de chips pode entregar 1 quadrilhão de operações por segundo!

O novo "Laboratório de Segurança" do GitHub ajudará os desenvolvedores a corrigir bugs em projetos de código aberto

O novo “Laboratório de Segurança” do GitHub ajudará os desenvolvedores a corrigir bugs em projetos de código aberto