in

Por que você deve confiar na segurança do software de código aberto

Alguns acreditam que o código aberto é menos seguro do que produtos proprietários.

Lançado kernel Linux 5.12-rc6

Atualmente, a Microsoft mudou de tom e se tornou um dos maiores distribuidores de Linux e outros produtos de código aberto do planeta. É também um dos maiores desenvolvedores de software de código aberto em todo o mundo e uma importante fonte de financiamento para a Linux Foundation.

- Anúncios -

A Microsoft não está sozinha. Tom Henderson, pesquisador da ExtremeLabs, disse:

À medida que a Microsoft se inclina para o código aberto, ela agora atende gratuitamente uma grande quantidade de infraestrutura FOSS em sua própria nuvem Azure. A Amazon também. A Oracle também. A IBM também (com a Red Hat como aliada). O mundo mudou e agilidade significa realizar o trabalho de maneira econômica e usando as ferramentas certas.

Segurança do software de código aberto

Então, quais são “as ferramentas certas?” De acordo com Henderson, isso geralmente inclui algum tipo de mistura de Linux e o modelo de desenvolvimento de código aberto.

Por que você deve confiar na segurança do software de código aberto
Atualmente, a Microsoft mudou de tom e se tornou um dos maiores distribuidores de Linux e outros produtos de código aberto do planeta.

No entanto, apesar da prevalência do código aberto em datacenters, há alguns que ainda acreditam que o código aberto é menos seguro do que produtos proprietários. Mas, quando se trata de segurança de código aberto vs de software proprietário, há realmente razão para acreditar que o código aberto é menos seguro? Não. Henderson disse:

O código aberto é inerentemente mais seguro porque os patches, correções e atualizações vêm imediatamente, e às vezes de fontes concorrentes. O tempo é essencial em qualquer bug ou vulnerabilidade.

Como o código-fonte está prontamente disponível, os fornecedores de código aberto são forçados a reagir rapidamente para corrigir toda e qualquer vulnerabilidade de segurança assim que forem conhecidas.

Em comparação, nos dias em que quase todo software era proprietário, os fornecedores muitas vezes deixavam vulnerabilidades difíceis de explorar sem correção por longos períodos de tempo, uma prática que muitos presumem que continua.

ITPro Today

Trabalhar com Linux e código aberto nunca foi tão fácil

Queda na economia faz crescer uso de código aberto

IBM vai evitar colisão de lixo espacial com código aberto

Conheça os piores malwares da atualidade

Conheça os piores malwares da atualidade

Como instalar o Camus Video Chat no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian, Manjaro, Arch Linux, KDE Neon, openSUSE, CentOS e Red Hat Enterprise Linux!