in

PulseAudio oferece suporte muito melhor para FreeBSD

Áudio deve ser reproduzido de forma correta.

PulseAudio oferece suporte muito melhor para FreeBSD

2021 pode ser o ano em que algumas distribuições Linux para desktop comecem a usar o PipeWire por padrão como substituto de próxima geração para nomes como o PulseAudio e JACK. No entanto, isso não quer dizer que o desenvolvimento do PulseAudio upstream esteja parado. Ao contrário. O PulseAudio agora oferece suporte muito melhor para FreeBSD, com incrementações implementadas para esta distribuição da família BSD. Então, para tanto, o PulseAudio fundiu um conjunto de patches disponíveis há muito tempo via FreeBSD Ports e similares para melhorar a experiência de áudio do BSD.

Existem alguns patches importantes, incluindo a correção do suporte ao FreeBSD. Portanto, sem este trabalho, anteriormente não reproduzia áudio. Além disso, há suporte a hot unplug e a habilitação do suporte ao sistema de compilação Meson no FreeBSD. Há também um novo módulo para suportar hot-plug com o daemon de estado de dispositivo “devd” do FreeBSD.

PulseAudio oferece suporte muito melhor para FreeBSD

Aqueles que usam Ports FreeBSD para aproveitar o PulseAudio já aproveitaram a maioria desses patches. No entanto, agora este pedido de mesclagem que remonta a nove meses foi finalmente atualizado para transportar este trabalho dentro do próprio PulseAudio.

Isso ainda acontece enquanto muitas portas do FreeBSD atendem ao Open Sound System (OSS) e alguns aplicativos no FreeBSD ainda desabilitam o suporte ao PulseAudio, então talvez este seja finalmente o ano em que veremos um suporte melhor ao PulseAudio no FreeBSD. Mais informações básicas sobre o suporte de som do FreeBSD podem ser encontradas no Wiki do FreeBSD.org.

Mudança do padrão da distribuição Fedora

PulseAudio oferece suporte muito melhor para FreeBSD

O Fedora 34 deve ser outro lançamento emocionante do Fedora Linux. A versão que chegará em abril próximo, possui a mudança de de todo o áudio através do PipeWire por padrão, habilitando o systemd-oomd por padrão, um pacote XWayland independente e muito mais. A última proposta envolve fazer uso do suporte DNF/RPM copy-on-write no topo do Btrfs com Fedora 34.

O Fedora Workstation 33 iniciou a mudança para o sistema de arquivos Btrfs por padrão. Com o Fedora 34 está aproveitando ainda mais as vantagens do Btrfs e seus recursos de reflinking para suportar RPM copy-on-write para acelerar instalações eatualizações de pacotes. A distribuição também vai substituir o PulseAudio.

Phoronix

 

Haruna Video Player: um front-end do MPV de código aberto para Linux

Haruna Video Player: um front-end do MPV de código aberto para Linux

como-instalar-o-winds-rss-podcasts-no-ubuntu-linux-mint-fedora-debian

Como instalar o Winds – RSS & Podcasts, no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian