in

Python Software Foundation divulga primeiro balanço anual

O balanço anual mostra investimentos realizados ao longo de 2018.

python-software-foundation-divulga-primeiro-balanco-anual

A Python Software Foundation acaba de anunciar o primeiro Relatório Anual. Nada mais é que um balanço de atividades e gastos, aplicações feitos pela fundação que tem como objetivo fomentar o uso da linguagem de programação pelo mundo. Portanto, a Python Software Foundation divulga primeiro balanço anual.

Entendemos a necessidade de transparência e esperamos ajudar a comunidade e os interessados a encontrar as informações necessárias sobre o PSF em um único lugar. 2018 foi um ano de crescimento para o PSF, ao mesmo tempo em que ainda foca na sustentabilidade para nossa equipe e comunidade. Estamos felizes em compartilhar esses pontos de dados com você!, diz o anúncio. 

Contratações

O relatório começa falando de novas contratações. São dois funcionários em tempo integral contratados em 2018. Além disso, há um Diretor de Infraestrutura para liderar as melhorias necessárias em sistemas internos, ajudar a comunidade com serviços hospedados pelo PSF e apoiar os principais desenvolvedores do Python em suas necessidades de infraestrutura.

python-software-foundation-divulga-primeiro-balanco-anual

Além disso, a marca comercial PyCon foi registrada em 30 países ou jurisdições cobertos pelo tratado de marca internacional. A marca também foi registrada em países da América Latina, como  Argentina, Brasil, Uruguai e Venezuela, além de Canadá, Hong Kong, Malásia, África do Sul e  Taiwan.

Também foram fortalecidos programas de Patrocínio Fiscal. Eles são oferecidos a projetos alinhados com a missão. Trata-se de apoio financeiro e contábil a projetos executados por voluntários. Oferecem melhor suporte a conferências regionais, como PyCascades e desenvolvimento, como o grupo Pallets, que mantém projetos como Flask e Jinja.

Investimentos

O programa de subsídios  investiu, em 2018, aproximadamente US$ 324.000. O montante foi doado para beneficiários em 51 países diferentes. O valor representa um crescimento de 22,6% em realção a 2017.

Temos o prazer de continuar a apoiar nossa comunidade e nos esforçamos para ouvir o que nossa comunidade precisa e melhorar o suporte que fornecemos. Mesmo que não possamos atender às necessidades de todos, continuaremos a avaliar o que nossa comunidade precisa e apresentar novas maneiras de apoiar o crescimento do Python, diz o comunicado assinado pela diretora executiva Ewa Jodlowska e pela diretora Naomi Ceder.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

review do Ubuntu 19.04

Review do Ubuntu 19.04!

Confirmado: Fedora 31 abandona repositórios i686

Lançamento do Fedora 30 pode atrasar