Review do Kubuntu 22.10, confira nossa avaliação!

Conheça a nossa opinião sobre o Kubuntu 22.10 neste review completo. As informações sobre essa versão do Ubuntu tem como base o PC descrito e o artigo é ideal para novos usuários ou entusiastas do Ubuntu. Vamos fazer comparações com as versões atuais do Ubuntu as quais já fizemos reviews.

Emanuel Negromonte
15 minutos de leitura
9.9 O Kubuntu 22.10, até agora, é uma das versões mais leves e otimizadas com base no Ubuntu 22.10!
Review do Kubuntu 22.10, confira nossa avaliação!
Acessar o site do Kubuntu

O Ubuntu 22.10 foi lançado. E assim, a gente não poderia deixar de fazer o review do Kubuntu 22.10 e contar para você o que achamos sobre o sistema. Além deste sabor, todos os outros sabores oficiais do Ubuntu foram lançados também. Se você preferir, também fizemos o review do Ubuntu 22.10, review do Ubuntu Unity 22.10 e o review do Ubuntu Budgie 22.10. Todos reviews são com foco em usuários iniciantes.

Reviews dos sabores com base no Ubuntu 22.10 “Kinetic Kudu” que fizemos

O Kubuntu 22.10 possui suporte de 9 meses. Isso quer dizer que em 9 meses você precisa fazer upgrade para uma nova versão. Há também a versão LTS que possui o suporte por 3 anos. Você também pode consultar os requisitos mínimos para instalar o Ubuntu em um PC, nesta mesma lista você pode consultar os principais sabores do Ubuntu.

Se você é iniciante e pretende migrar para algum sabor do Ubuntu ou o próprio Kubuntu saiba que o KDE, o ambiente de desktop desta versão, é muito semelhante ao estilo Windows. Desta forma, migrar do Windows para o Kubuntu 22.10 pode ser uma ótima escolha.

Note que os menus e o estilo como as informações são organizadas lembram bastante o estilo Windows.

Sobre o Kubuntu 22.10 e suas novidades

O Kubuntu 22.10 foi lançado juntamente com a sua base o Ubuntu 22.10. Mas algumas novidades e recursos foram divulgadas pela equipe de desenvolvimento do Kubuntu. Então vamos para as novidades do lançamento do Kubuntu 22.10.

Os destaques são:

  • KDE Plasma 5.25
  • Linux Kernel 5.19
  • KDE Frameworks 5.98
  • KDE Gear 22.08

Parece pouco estes destaques, mas não são. O KDE é um ambiente gigante e anda recebendo grandes otimizações. A ideia dele é sempre ser simples e fácil, por isso alguns usuários quando querem sair do Windows começam, em geral, por distribuições Linux que utilizam KDE.

Então, o KDE Plasma, KDE Frameworks e KDE Gear compõe tudo o que o Kubuntu 22.10 precisa para funcionar adequadamente. Já o Linux Kernel é a base do sistema, sem ele não há nada. O Kernel é o coração do sistema, é nele que estão todas as instruções para que o seu computador inicie, identifique o hardware que você tem e também as conexões com a internet.

Dados do computador utilizado no review do Kubuntu 22.10

O computador que utilizamos neste review do Kubuntu 22.10 está dentro dos parâmetros. Você também pode conhecer os requisitos de sistema para instalar o Kubuntu 22.10. Mas, lembre-se que os requisitos descritos pela Canonical são mínimos, para que você consiga utilizar o Kubuntu em tarefas simples. Pela lógica, se ele se sair bem em um computador modesto, terá grande sucesso quando instalado em PCs mais robustos.

Dados do computador utilizado nesta avaliação:

  • Computador Lenovo Edge 72 (SFF)
  • Intel® Core™ i3 3220 – 3ª Geração
  • DDR3 – 4 GB de memória RAM
  • 500 GB de armazenamento SATA
  • Placa de vídeo Intel HD Graphics 2500 (IVB GT1)
  • Placa de rede integrada 10/100/1000

Entradas disponíveis no PC, todas sem alterações:

  • 4 USB traseiro
  • 2 USB Frontal
  • 2 Entradas para Fone de ouvido
  • 1 VGA
  • 1 DVI
  • 1 Entrada para Rede

Observe que é um PC mediano, com boa capacidade e atende aos requisitos mínimos para instalar o Kubuntu 22.10. Optamos por essa máquina pois os drivers são de código aberto ou podem estar disponível nos repositórios oficiais do Ubuntu.

Review do Kubuntu 22.10

Antes de começar a tecer comentários sobre o Kubuntu 22.10, é importante lembrar que mesmo tendo como base o Ubuntu 22.10, o Kubuntu pode conter modificações por parte do time de desenvolvimento do sabor.

Este review possui como público alvo iniciantes e entusiastas do mundo Linux. Não vamos abordar nenhum item extremamente técnico ou de difícil compreensão.

Download o Kubuntu 22.10

O Kubuntu 22.10 está disponível para download através dos sites oficiais. É muito importante que você sempre faça o download do Kubuntu de fontes confiáveis, isso evita alterações na ISO e garante que todas as atualizações lançadas do Kubuntu 22.10 estejam presentes.

A ISO que baixamos foi a do dia 27 de outubro de 2022. Porém, saiba que as versões de manutenção vão alterando a ISO a cada lançamento. Mas não se preocupe, basta manter o seu sistema atualizado que você receberá todos os novos recursos e correções lançadas. Você também pode seguir o nosso tutorial onde orientamos como gravar ISO de qualquer sistemas Linux no pendrive. Se estiver no Windows, você também pode verificar como criar um pendrive do Linux no Windows.

Notamos que o download do Kubuntu 22.10, foi bastante rápido como no Ubuntu 22.10 e alguns outros sabores. Utilizamos uma conexão de 250 MB para o download, não houve quedas ou gargalos. Isso é importante mencionar, pois em reviews anteriores notamos um não aproveitamento de todo potencial da internet. Conseguimos baixar a ISO em quase 6 minutos. Você também pode consultar as notas de lançamento do Kubuntu 22.10.

Avaliando a inicialização em modo live do Kubuntu 22.10

Gravamos a ISO do Kubuntu no pendrive e iniciamos o boot. Rapidamente do sistema já deu a tela de boot que permite escolher testar o Kubuntu 22.10 sem instalar. A tela de splash seguiu o modelo de todos os sabores oficiais, exibindo a logo do fabricante do computador e abaixo a logo do Kubuntu com efeito brilhante sinalizando que o sistema está sendo carregado.

O ambiente carregou com 3 minutos em nosso PC. Inicialmente foi exibido o papel de parede e depois a janela com as Boas-vindas ao sistema. Semelhante ao Ubuntu Budgie, o Kubuntu também oferece de imediato dois botões, um para testar o Kubuntu sem instalar e outro para instalar.

Então, clicamos no botão para testar, não alteramos o idioma ainda. Ao clicar, a logo do KDE é exibida e o sistema recarregou em menos de 30 segundos, o que é ótimo e a frente das versões que já testamos.

Observe que o padrão adequado para iniciantes foi mantido também no KDE e por isso a distribuição contínua sendo bastante requisitada para o primeiro contato com outros sistemas a partir do Windows.

No Kubuntu 22.10, ao menos no modo live, não tivemos nenhum problema com dispositivos ou reconhecimento do hardware. Vale lembrar que no Ubuntu Budgie 22.10 sentimos o mouse USB lento e travando.

O Kubuntu também se comportou muito bem ao testar o sistema sem instalar. O KDE Plasma 5.25 utilizou apenas 1 GB em nossos testes. O processamento deu um pico de quase 50%, mas após segundos estabilizou mantendo uma média baixa sobre o consumo de processamento. Em alguns momentos chegamos a 4% e indo até 16%. O que é normal, afinal, zerar um processamento é desligar o computador.

Avaliamos a instalação do Kubuntu 22.10 no PC

Agora, vamos avaliar a instalação do Kubuntu 22.10 a partir do modo live. Clicamos no ícone para instalar o Kubuntu 22.10 no PC e rapidamente o instalador abriu a janela que selecionar o idioma da instalação. Após isso, a setinha do mouse já indicou que algo estava sendo carregado, mas tudo em questões de segundos.

O Padrão do Ubuntu também foi mantido, assim confira alguns prints do processo do instalador. Mas, a máquina ainda estava com o Ubuntu Budgie 22.10 e o instalador não reconheceu o sistema como já vimos arqui em reviews anteriores.

A instalação do Kubuntu no PC foi concluída em 20 minutos e sem nenhum erro ou travamento.

Avaliando a primeira inicialização do Kubuntu 22.10 após instalação no computador

A primeira inicialização foi um pouco demorada, cerca de 3 minutos vendo apenas uma tela preta com a seta do mouse do KDE. Mas, saiba que é normal, lembrando que o sistema vai reconhecer todo o hardware novamente e gravar os arquivos necessários.

O consumo de memória RAM permaneceu igual ao modo live em 1 GB de RAM, o que prova que o KDE do Kubuntu 22.10 está mesmo bem otimizado. Além disso, o processamento também esteve estável, chegando até 7% do consumo. Na imagem abaixo há um pico devido ao print que solicitamos, mas logo é estabilizado.

Avaliando abertura de aplicativos tradicionais no Kubuntu 22.10

Neste tópico, vamos avaliar e comparar o consumo de recursos ao abrir aplicações tradicionais básicas. Imaginando que uma usuário iniciante vai utilizar o Kubuntu 22.10 apenas para tarefas que não vão exigir grande poder de processamento, memória ou renderização.

Nesta etapa, vamos abrir o Firefox, o navegador padrão do Kubuntu 22.10. Desta vez, seguindo a ordem, vamos abrir 1 aba e depois 3 abas.

Observe que agora vamos abrir 3 abas e analisar o consumo também.

Note que no primeiro teste, com 1 aba do Firefox, o consumo de CPU não chegou a 30%, ficou batendo os 30% mas estabilizando. Já com 3 abas, o consumo de CPU manteve-se estável. Essa otimização realmente é muito eficiente quanto comparamos nos outros reviews que fizemos onde a CPU, nesta mesma situação, chega a quase 50% para processamento.

Já sobre a memória RAM a diferença também foi muito pouca, observe que com 1 aba do Firefox o consumo chegou a 2.3 GB e no segundo com 3 abas, o consumo de RAM chegou a 2.7 GB.

Agora, vamos fazer o teste abrindo o Start do LibreOffice mantendo-o o Firefox aberto com 3 abas. O consumo com tudo isso aberto nesta máquina modesta foi até quase 33%, isso é ótimo. E a RAM manteve-se estável com 2.7 GB em consumo. Parece que a equipe do Kubuntu juntamente com o KDE fizeram um bom trabalho de gerenciamento de memória e processamento.

Ainda sobre a abertura do LibreOffice, seguimos abrindo o Write, sendo a versão alternativa correspondente ao Microsoft Word. Existem outras suítes, conheça uma lista com as melhores alternativas ao Office para Linux.

Abrindo o LibreOffice Write observamos um pequeno aumento do consumo, mas nada que comprometa o sistema ou que cause gargalo. O Kubuntu 22.10 parece muito otimizado para máquinas simples que atendem aos requisitos mínimos. Note que com o Kubuntu é possível, sem dúvidas, executar adequadamente para tarefas simples.

O espaço em disco utilizando no Kubuntu 22.10 foi de aproximadamente 37 GB de espaço em disco. Não removemos ou alteramos nenhum arquivo do Kubuntu. Além disso, note que nossa placa é um simples Intel onboard utilizando drive de código aberto presente no Linux Kernel.

Aplicativos padrão, quem vem instalado no Kubuntu 22.10

É importante lembrar que alguns aplicativos nós não vamos listar abaixo. O KDE conta muito inúmeros aplicativos próprios e nós vamos listar apenas aqueles que não fazem ligação com o padrão de aplicativos KDE disponíveis em outros sistemas Linux. Mas, são 186 aplicativos somando tudo.

Os mais populares são:

  • Elisa
  • Firefox
  • LibreOffice
  • Imagem do dia
  • Kate
  • Calculadora
  • Konsole
  • KTorrent
  • Okular
  • ownCloud
  • Paciência
  • VLC
  • Startup Disk Creator
  • Vim
  • VLC

Note que localizamos a central de programas facilmente. Além de todos estes aplicativos que vem pré-instalado, é importante lembrar que alguns você pode não conseguir remover por serem do sistema. Você também pode conhecer uma lista que preparamos com os 50 aplicativos para Ubuntu que você precisa conhecer.

Conclusões sobre o review do Kubuntu 22.10

A distribuição Kubuntu 22.10, segue o padrão base do Ubuntu 22.10. Os aplicativos padrões em quase todos os sistemas, estão a mão, ou seja, um usuário iniciante terá quase nenhuma dificuldade em utilizar o sistema. Especialmente porque o KDE lembra muito o ambiente do Windows.

O usuário inciante passando o mouse em cima dos ícones que ele vai exibir balões intuitivos.

O gerenciador de arquivos Dolphin lembra muito o estilo do Windows Explorer em cima dos ícones que ele vai exibir balões intuitivos.

Agora veja o menu:

YouTube: vídeo criado pelo canal DistroScreens – BSD & Linux Videos

Por fim, os requisitos mínimos realmente são suficientes para um usuário comum, sem grandes necessidades. Mas nada que mereça enfase, tudo segue o padrão da versão 22.10.

Review do Kubuntu 22.10, confira nossa avaliação!
O Kubuntu 22.10, até agora, é uma das versões mais leves e otimizadas com base no Ubuntu 22.10! 9.9
Possibilidade de testar sem instalar 10 out of 10
Velocidade de download dos servidores 10 out of 10
Tempo de carregamento inicial do sistema 10 out of 10
Necessidade de atualização no pós instalação 9 out of 10
Erro, falhas ou travamentos 10 out of 10
Facilidade de instalação por iniciantes 10 out of 10
Facilidade de primeiro testes por iniciantes 10 out of 10
Atualização a partir de versão anterior (upgrade) 10 out of 10
Share This Article
Follow:
Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.