Categorias

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

13/04/2021 às 09:00

14 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Richard Stalmann pede desculpas por polêmicas do passado e FSF tenta passar pano nas declarações

Richard Stalmann pede desculpas por polêmicas do passado e FSF tenta passar pano nas declarações

A polêmica sem fim sobre a volta de Richard Stallman ao conselho da Free Software Foundation (FSF) continua. A Free Software Foundation (FSF) readmitiu seu fundador Richard M. Stallman (RMS) em seu conselho  no final de março. Isso pegou todos, incluindo membros e funcionários da FSF, de surpresa. Muitos – tanto de fora como de dentro da FSF – se opuseram ao retorno do RMS. Agora, semanas depois, RMS faz um pedido de desculpas em sua defesa pelas palavras e ações que o levaram ser demitido da FSF.

Até o presente momento, Richard permanecia calado sobre tudo. Porém, agora, ele resolveu se pronunciar oficialmente.

Richard Stalmann pede desculpas por polêmicas do passado e FSF tenta passar pano nas declarações

Richard Stalmann pede desculpas por polêmicas do passado e FSF tenta passar pano nas declarações

Desde minha adolescência, eu me sentia como se houvesse uma cortina transparente me separando de outras pessoas da minha idade. Eu entendi as palavras de suas conversas, mas não conseguia entender por que diziam aquilo. Muito mais tarde, percebi que não entendia as dicas sutis às quais outras pessoas estavam repassando. 

RMS continua

Às vezes eu perdia a paciência porque não tinha as habilidades sociais para evitá-lo. Algumas pessoas conseguiam lidar com isso; outras ficavam magoadas. Peço desculpas a cada um deles.” Ele continuou: “Alguns me descreveram como sendo ‘surdo para tons’, e isso é justo.

Então, depois de admitir que tem “dificuldade em entender pistas sociais”, anos depois do fato, ele disse: “Foi certo eu falar sobre a injustiça com Minsky, mas foi errado não reconhecer a injustiça que [o estuprador em série] Epstein fez às mulheres ou a dor que isso causou.

RMS, entretanto, não abordou as muitas outras questões que levaram as pessoas a lamentar seu retorno a uma posição de liderança. 

Como resumiu um pôster do Ycombinator:

defesa de Minsky não foi o motivo principal e mais importante pelo qual o RMS não pode servir como um líder efetivo e inclusivo para o software livre, foi apenas o que chamou mais atenção. Isso não faz nada para resolver as inúmeras queixas de assédio contra alunos do MIT, as _outras_ vezes em que ele falou em apoio implícito à pedofilia, as gafes públicas que são inaceitáveis ??como um representante público e o fato de FSF sob Stallman meio que perdeu espaço para o código aberto de qualquer maneira e realmente não fez nada além de sinalizar virtude para os outros sobre como eles são puros e éticos.

Um minuto depois que a postagem do RMS apareceu, o que restou do conselho da FSF finalmente falou sobre por que eles o trouxeram de volta ao conselho. O documento não assinado declara: “Os membros votantes da Free Software Foundation, que incluem o conselho de diretores, votaram para nomear Richard Stallman para um assento no conselho após vários meses de discussão completa e deliberação cuidadosa.”

Isso foi novidade para todos na conferência LibrePlanet  – onde RMS anunciou seu retorno e para a equipe da FSF. 

O conselho admitiu:

Assumimos total responsabilidade pelo modo como lidamos mal com a notícia de sua eleição para um assento no conselho. Planejamos um fluxo de informações que não foi executado em tempo hábil ou entregue na sequência adequada.

A equipe da FSF deveria ter sido informada e consultada primeiro. O anúncio da RMS no LibrePlanet foi uma completa surpresa para os funcionários, todos aqueles que trabalharam tanto para organizar um grande evento, para os palestrantes do LibrePlanet e para os expositores. Esperávamos um processo mais inclusivo e cuidadoso e pedimos desculpas por isso não ter ocorrido.

Decidimos trazer RMS de volta porque sentimos falta de sua sabedoria. Sua perspicácia histórica, jurídica e técnica sobre software livre é incomparável. Ele tem uma profunda sensibilidade para as maneiras como as tecnologias podem contribuir para o aprimoramento e a diminuição dos direitos humanos básicos. Sua rede global de conexões é inestimável. Ele continua sendo o filósofo mais articulado e um defensor inquestionavelmente dedicado da liberdade na computação.

Entretanto, esta não é a posição de muitos grupos e indivíduos de software livre e de código aberto. Eles querem a imediata remoção de RMS do cargo novamente.

FSF passa pano

A FSF afirma que RMS “lamenta sinceramente o ocorrido. Admite que a raiva em relação a ele impactou negativamente a reputação e a missão da FSF. Lamentar que as pessoas estejam zangadas com ele e isso prejudique a FSF não é um pedido de desculpas sincero. É um “sinto muito por você estar com raiva de mim”, um pedido de desculpas sem perdão.  

O conselho continua: “Embora seu estilo pessoal continue sendo problemático para alguns, a maioria do conselho sente que seu comportamento foi moderado e acredita que seu pensamento fortalece o trabalho da FSF em busca de sua missão.” 

A FSF é há muito tempo uma organização moribunda com pouca relevância para o mundo da tecnologia moderna. Ao dobrar a tarefa de restaurar o RMS a uma posição de liderança, em vez de atrair “uma nova geração de ativistas pela liberdade de software e pelo crescimento do movimento”, a FSF está mais atolada do que nunca no passado problemático de seu líder. 

Via ZDNet

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.