Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

08/07/2021 às 12:00

5 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Samsung publica novos patches KSMBD para o servidor SMB3 no kernel Linux

Os engenheiros da Samsung vêm desenvolvendo um servidor de compartilhamento de arquivos SMB3 no kernel para o kernel Linux.

Mais uma falha grave afeta o kernel de distribuições Linux

Há algum tempo, os engenheiros da Samsung vêm desenvolvendo um servidor de compartilhamento de arquivos SMB3 para o kernel Linux. Nos últimos meses, esse código tem amadurecido mais e agora a última versão do código do kernel KSMBD foi publicada. Assim, a Samsung lança novos patches KSMBD para o servidor SMB3 e que devem ser implementados no kernel Linux.

Agora já há a quinta rodada desses patches para KSMBD (anteriormente como “CIFSD” dentro do kernel) para implementar um servidor SMB3 no kernel. O foco continua em ser capaz de fornecer desempenho ideal e suportar mais recursos como integração RDMA. Isso em comparação com o que pode ser implementado de forma eficiente no espaço do usuário com os gostos do Samba.

Samsung publica novos patches KSMBD para o servidor SMB3 no kernel Linux

Samsung publica novos patches KSMBD para o servidor SMB3 no kernel Linux

Este código KSMBD mais recente tem uma variedade de correções e muitas limpezas de código, juntamente com as mudanças de renomeação de CIFSD para KSMBD. Também há suporte para espaço de nome de usuário agora como um dos novos recursos.

Quanto à motivação KSMBD e como ele vai coexistir com o Samba:

ksmbd é um novo módulo do kernel que implementa o lado do servidor do protocolo SMB3. O objetivo é fornecer desempenho otimizado, servidor GPLv2 SMB, melhor tratamento de lease (cache distribuído). O objetivo maior é adicionar novos recursos mais rapidamente (por exemplo, RDMA também conhecido como “smbdirect” e melhorias recentes de criptografia e assinatura no protocolo) que são mais fáceis de desenvolver em um servidor de kernel menor e mais otimizado do que, por exemplo, no Samba. O projeto Samba é muito mais amplo em escopo (ferramentas, serviços de segurança, LDAP, controlador de domínio do Active Directory e um servidor de arquivos de plataforma cruzada para uma ampla variedade de propósitos), mas a parte do servidor de arquivos do espaço do usuário do Samba provou ser difícil de otimizar para alguns Cargas de trabalho do Linux, inclusive para dispositivos menores. Isso não pretende substituir o Samba, mas sim uma extensão para permitir uma melhor otimização para Linux, e continuará a se integrar bem com as ferramentas e bibliotecas do espaço do usuário do Samba quando apropriado. Trabalhando com a equipe do Samba, já nos certificamos de que os arquivos de configuração e xattrs estão em um formato compatível entre o kernel e o servidor de espaço do usuário.

Mais detalhes sobre o estado atual deste servidor de kernel SMB3 podem ser encontrados por meio desta série de patch. Em sua forma atual, a implementação KSMBD é de 32k linhas de novo código de kernel.

Via Phoronix

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.