in

Segundo relatório, CPUs Ryzen 4000 para desktop não chegam até 2021

Mais evidências de que o Ryzen 4000 pode não chegar até o próximo ano é o lançamento dos chips Ryzen 3000XT atualizados.

Segundo relatório, CPUs Ryzen 4000 para desktop não chegam até 2021

Ao passo que a AMD diz que vamos ver as CPUs Ryzen 4000 baseadas em Zen 3 neste ano, um novo relatório afirma que os chips não chegarão até o início de 2021. O relatório vem do site DigiTimes, que tem um histórico de acertos e erros com esse tipo de boato.

A suposta principal razão pela qual a AMD está atrasando os processadores Ryzen 4000 é porque a série Ryzen 3000 continua vendendo em massa. Os chips ocupam quatro dos seis primeiros lugares no gráfico de CPU mais vendido da Amazon, incluindo o Ryzen 7 3700X como número um, e continuam a rivalizar com os mais recentes processadores Comet Lake de 10ª geração da Intel, de 14 nm.

O relatório afirma:

A AMD está estendendo seu ciclo de vida e definitivamente não lançará a série Ryzen 4000 de última geração, baseada na arquitetura Zen 3 e usando o processo EUV de 7 nm da TSMC, em setembro.

CPUs Ryzen 4000 para desktop não chegam até 2021

Mais evidências de que o Ryzen 4000 pode não chegar até o próximo ano é o lançamento dos chips Ryzen 3000XT atualizados. Os três processadores atualizados não têm uma contagem maior de núcleos e threads. Todavia, suas velocidades de clock foram aprimoradas, oferecendo à AMD mais opções para enfrentar a Intel.

Há também menção à série de CPUs de desktop Ryzen 4000 Vermeer sendo construídas no processo de 5 nm da TSMC, em vez de 7 nm. Esta não é a primeira vez que ouvimos esses rumores, mas parece altamente improvável que isso aconteça, como mostra o roteiro da empresa:

Segundo relatório, CPUs Ryzen 4000 para desktop não chegam até 2021
Imagem: Divulgação.

Seria um choque se o relatório fosse preciso. Ainda assim, a AMD pode nos surpreender se a produção em massa dos chips Zen 3 para desktop começar no final de 2020.

Fonte: Tech Spot

Leia mais:

AMD implementa Trusted Execution Environment para o Kernel 5.6

Amazon Web Services turbina processadores AMD EPYC da 2ª geração

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.