in

SoftMaker FreeOffice lança nova versão com modo escuro

Além disso, há melhor compatibilidade com o MS Office

SoftMaker FreeOffice lança nova versão com modo escuro

A SoftMaker lança nova versão do FreeOffice com modo escuro e melhor compatibilidade com o MS Office. A grande maioria dos usuários de Linux conhece e usa o LibreOffice, o pacote de escritório que nasceu do OpenOffice e agora é instalado por padrão em muitas distribuições. Porém, devido a um problema antigo, ainda existem muitos que desejam ou precisam usar o Office habitual, ou seja, a Microsoft. Por esse motivo, existem alternativas como o SoftMaker FreeOffice, um pacote gratuito com opção de pagamento. O principal atrativo desta suíde de escritório é se vender como uma forma de não sentimos falta do Microsoft Office.

Para conseguir isso e outras coisas, a SoftMaker lançou uma nova versão do FreeOffice, a opção gratuita do SoftMaker Office. Entre as novidades que esta versão inclui, temos um modo escuro que facilitará o trabalho nos momentos em que a luz ambiente diminui. Abaixo, você encontra um resumo do que o SoftMaker FreeOffice oferece, além de algumas novidades da versão de setembro.

O que o SoftMaker FreeOffice lança além do modo escuro na nova versão?

SoftMaker FreeOffice lança nova versão com modo escuro

  • Disponível para Windows, macOS e Linux gratuitamente;
  • Conjunto de escritório cheio de funções, válido para uso doméstico ou no escritório;
  • Inclui TextMaker (Word), PlanMaker (Excel) e Apresentações (Powerpoint);
  • Compatível com os mais recentes formatos Microsoft DOCX, XLSX e PPTX sem comprometer o conteúdo;
  • A nova versão adiciona armazenamento contínuo nos formatos clássicos Microsoft DOC, XLS e PPT, bem como no formato de texto LibreOffice OpenDocument (ODT);
  • Nova interface escura opcional que evita forçar a visualização em ambientes com pouca luz.

Usuários interessados, podemos fazer o download do SoftMaker FreeOffice 2018 970-01 na página de download do SoftMaker. Como mencionamos na lista de funções acima, ele está disponível para Windows, macOS e Linux, nas versões gratuita e de assinatura e para 32 bits e 64 bits.

Quanto ao Linux, temos versões DEB para Debian/Ubuntu, RMP para Red Hat/Fedora e um instalador para outros sistemas operacionais que podemos executar, arrastando-o para o terminal e pressionando Enter.

Fonte: LinuxAdictos

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Um chip feito de nanotubos de carbono em vez de silício

Um chip feito de nanotubos de carbono em vez de silício

Modders conseguem descompilar código-fonte do Super Mario 64

Modders conseguem descompilar código-fonte do Super Mario 64