Twitter inicia fact-checking de tweets ligando o 5G à COVID-19

Vacina da Pfizer/BioNTech' contra Covid-19 está à venda na dark web
Imagem: The Guardian.

O Twitter está checando tweets que vinculam 5G e a pandemia da COVID-19, adicionando um rótulo que promete levar aos usuários os fatos em uma página intitulada “Não, o 5G não está causando coronavírus” (inclui links para reportagens, organizações de verificação de fatos e agências governamentais que desmascaram a teoria da conspiração). Além disso, a busca por “5G corona” no Twitter mostra dezenas de tweets que receberam o rótulo.

Um porta-voz disse que o Twitter só removeria os tweets completamente quando contiver “uma chamada à ação que potencialmente poderia causar danos”, mas “não tomará medidas de execução em todos os tweets que contenham informações incompletas ou disputadas sobre a COVID-19”.

Twitter inicia fact-checking de tweets ligando o 5G à COVID-19

O Twitter confirmou a mudança em uma declaração:

No mês passado, anunciamos que estamos introduzindo novos rótulos e mensagens de aviso para fornecer contexto e informações adicionais sobre alguns tweets que contêm informações contestadas ou enganosas relacionadas à COVID-19.

Twitter inicia fact-checking de tweets ligando o 5G à COVID-19
O Twitter está checando tweets que vinculam 5G e a pandemia da COVID-19.

Além disso, o Twitter parece estar aplicando o rótulo mesmo quando um tweet não diz explicitamente que o 5G está causando o coronavírus.

Dadas as implicações no mundo real, no entanto, essa verificação agressiva de fatos é justificável. Por exemplo, no Reino Unido, as torres celulares foram incendiadas e os engenheiros foram até assediados nas ruas como resultado das teorias da conspiração, colocando em risco a infraestrutura nacional em um momento em que desempenha um papel vital em ajudar as autoridades a responder à pandemia.

Fonte: The Verge

Leia mais:

Fabricantes de chips voltam-se para telefones 5G para salvar o mercado de chips

Facebook vai notificar as pessoas que deram ‘like’ em notícias falsas sobre coronavírus

Finalmente, o YouTube concorda em remover vídeos de fake news sobre o 5G