in

Twitter lança Fleets: posts que se apagam após 24 horas

Os Fleets são isolados das interações públicas e se apagam automaticamente após 24 horas.

Um novo recurso radical chegará à plataforma Twitter: Fleets. Os Fleets estão sendo distribuídos para os usuários do Twitter e funcionarão de maneira um pouco diferente dos tweets normais.

Como um tweet, qualquer pessoa pode ver um Fleet, mas ninguém será capaz de retuitar, curtir ou responder publicamente a eles. Em vez disso, os usuários só podem reagir aos Fleets com uma mensagem direta; desde que você não tenha fechado suas DMs.

Twitter lança Fleets

Se você está se perguntando por que existem Fleets, a lógica do Twitter é simples. De acordo com a plataforma, muitos usuários sentem uma pressão avassaladora quando se expressam no Twitter; tweetar pode parecer “tão público, tão permanente” e como se houvesse pressão para acumular retuítes e curtidas.

Twitter lança Fleets: posts que se apagam após 24 horas
Os Fleets estão sendo distribuídos para os usuários do Twitter e funcionarão de maneira um pouco diferente dos tweets normais. Imagem: Twitter.

Como os Fleets são isolados das interações públicas normais e se apagam automaticamente após 24 horas, isso pode deixar alguns usuários mais dispostos a opinar sobre um determinado tópico, sabendo que a postagem não os assombrará por semanas e meses.

Outros usuários ainda podem capturar imagens dos Fleets; mas agora eles têm uma janela de tempo menor para fazer isso. Além disso, sem curtidas e retuítes, é muito menos provável que uma opinião aleatória se torne viral.

Visualmente, o Fleets será um pouco diferente dos tweets normais. Eles permitem que você compartilhe vídeos, fotos e outros tweets (com sua reação).

Ficamos sempre felizes em ver as plataformas colocarem mais controle nas mãos dos usuários; os Fleets parecem um grande passo nessa direção. Outros usuários não parecem satisfeitos com o conceito. Em caso de dúvidas, entre no grupo do Sempre Update no Telegram.

Tech Spot

Como instalar o Cawbird Twitter Client no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE!

Twitter remove o botnet Dracula que promove propaganda pró-China

Recurso de limitação de resposta do Twitter agora está disponível para todos

Twitter testa traduções automáticas no Brasil