in

Vale a pena contratar suporte para software open source?

Este artigo joga uma luz sobre este dilema.

Vale a pena contratar suporte para software open source?

Vantagens tecnológicas e redução de custos com licenças de programas. Eis duas das principais vantagens quando se fala em softwares open source. Portanto, não há dúvidas: estas são excelentes opções para soluções de infraestrutura de T.I. No entanto, precisam ser bem implementados.

Por que vale a pena contratar suporte para software open source?Vale a pena contratar suporte para software open source?

A contratação de suporte já é quase redundância quando falamos em softwares proprietários. Isso porque as empresas estão acostumadas ao combo. Levam o produto e o suporte do fabricante junto com ele.

Já em relação aos softwares Open Source, na maioria das vezes, não há compra de licenciamento. Tudo está ali, geralmente de forma simples, fácil e acessível, a um click de distância para aquisição. Sem a etapa de compras de licenças, também não há contratação de suporte e a solução passa a ser suportada pela equipe da empresa.

No entanto, há um porém. Bons técnicos que inicialmente estavam preparados para lidar com o problema podem, de uma hora para outra, não fazer mais parte da equipe. Assim, aquela implementação importante pode ficar sem uma pessoa que possa dar total suporte. Os demais podem não dominar aquela área específica e então começam a surgir os problemas.

A dona da tecnologia

Se uma empresa usa software open source sem suporte estará assumindo todos os riscos. Assim, torna-se a “dona tecnológica” dele. Isso significa conhecer os pormenores de um software, acompanhar listas de discussão para saber quando uma nova versão é lançada para analisar seus benefícios e avaliar patchs de segurança.

Estas não deixam de ser atividades desafiadoras para qualquer equipe técnica. Contudo,  fogem do principal objetivo de uma equipe de T.I. que é de lidar com operações. É preciso, portanto, manter o ambiente operacional e com boa performance em 99,9% do tempo.

Daí, surge uma questão crucial. Vale a pena uma empresa colocar para sua área de T.I. a enorme responsabilidade de ser a única ‘dona’ sozinha daquele software Open Source? Não seria mais interessante delegar a responsabilidade para outra empresa? Entretanto, essa escolha dependerá das respostas a duas perguntas:

  1. Quanto custa para a empresa se este software ficar uma, quatro ou oito horas inoperante?
  1. Quanto foi economizado com o ‘não’ licenciamento do software que foi substituído pela solução Open Source?

Portanto, a resposta é bem simples. É preciso avaliar se a economia com compra de licenças foi grande ou pequena. Além disso, qual o tamanho do prejuízo na hipótese de o software open source ficar fora do ar? Se for pouco, não faz o menor sentido gastar dinheiro com suporte. Neste cenário, a própria equipe de T.I. é que ficará com a dor de cabeça de descobrir uma solução. Seja pesquisando na internet, sendo em algum know-how que possa ter adquirido com o tempo. E justamente o tempo não é um problema neste caso.

Porém, vamos ao outro lado da moeda. Se a economia com licenciamento foi grande e/ou poucas horas de interrupção deste software pode prejudicar o negócio da empresa, não faz sentido economizar com suporte. Seria desperdício de tempo e dinheiro.

E se você já economizou bastante no licenciamento, talvez não faça sentido economizar no suporte e colocar “a sua cabeça a prêmio”.

Portanto, ao optar pela produção com softwares open souce é preciso dar atenção também à manutenção. Afinal, já foi economizado com a compra de licenças. Usar por usar o open source pode trazer mais dores de cabeça que soluções efetivas se isso não for feito de uma forma planejada, organizada e eficiente.

Assim, é importante refletir e planejar na hora de utilizar um software para que a empresa não se torne uma refém daquilo que deveria alavancar suas atividades.

Written by Redação SempreUpdate

Os artigos vinculados à este usuários são de terceiros.

Manjaro 18.1 lançado com a opção de escolha da suíte Office

Manjaro 18.1 lançado com a opção de escolha da suíte Office

Valve lançou SteamVR 1.7 com melhorias para Linux

Valve lançou SteamVR 1.7 com melhorias para Linux