in

Veja as novidades do menu de energia e dos controles do Android 11

Você pode adicionar ou editar blocos selecionando o menu de ação.

O novo modelo de permissão do Android 11 é fantástico

O Android 11 possui um menu de energia reprojetado, com os botões Desligar, Reiniciar e Emergência movidos para a parte superior da tela. Todavia, a grande mudança inclui os blocos que ocupam a maior parte da tela.

Esses blocos permitem controlar facilmente dispositivos domésticos inteligentes em sua casa e fornecem um rápido indicador visual do status de vários dispositivos IoT. Se você deixou as luzes acesas na garagem, por exemplo, poderá vê-las e desligá-las rapidamente.

Veja as novidades do menu de energia e dos controles do Android 11

Uma pressão breve em um bloco ativará ou desativará um dispositivo e uma pressão longa exibirá opções adicionais. Por exemplo, pressionar demoradamente uma luz inteligente permitirá alterar o brilho ou a cor diretamente do menu, sem ter que mergulhar no aplicativo Google Home:

Veja as novidades do menu de energia e dos controles do Android 11
Imagem: Android Central.

Você pode adicionar ou editar blocos selecionando o menu de ação e, por padrão, o recurso mostra blocos de dispositivos que já estão conectados no aplicativo Página inicial do Google ou vinculados à sua conta do Google. Além dos controles domésticos inteligentes, você verá uma seção destacando o Google Pay e os cartões de fidelidade, facilitando a retirada de um cartão relevante ao pagar por itens em uma loja de varejo.

Por fim, caso queira ler mais matérias sobre código aberto, Linux, Android, hardware, internet, programação e ficar atualizado com as novidades do mundo da tecnologia, acompanhe as matérias no canal do Sempre Update no Telegram.

Fonte: Android Central

Leia mais:

Android 11 Beta 1 lançado para telefones Pixel do Google

Android 11 vai funcionar em todos os smartphones?

O Android 11 facilitará o controle de seus produtos domésticos inteligentes

Problema grave de segurança foi detectado em todos os dispositivos IoT

Microsoft oferece até US$ 100.000 para hackers que invadirem o Azure Sphere Linux IoT

Azure Sphere da Microsoft, baseado em Linux, pronto para proteger totalmente dispositivos IoT

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.