in

VMs podem finalmente hibernar no Microsoft Hyper-V com Linux 5.5

Alterações de bloco do Linux 5.5 incluem monitoramento de temperatura NVMe e otimizações

VMs podem finalmente hibernar no Microsoft Hyper-V com Linux 5.5

Parece que o recurso já havia sido instalado há muito tempo. Porém, as máquinas virtuais convidadas do kernel Linux 5.5 em execução no Microsoft Hyper-V só agora devem poder hibernar com êxito. Os engenheiros da Microsoft conectaram o suporte de hibernação aos vários drivers do kernel Hyper-V. Assim, isso permite que a funcionalidade seja executada com êxito no Linux 5.5. Portanto, as VMs podem finalmente hibernar no Microsoft Hyper-V com Linux 5.5.

Foram necessárias alterações em seus componentes de armazenamento, vídeo, rede, balão de memória, HID e outros drivers para permitir a hibernação de VMs Linux no Hyper-V.

VMs podem finalmente hibernar no Microsoft Hyper-V com Linux 5.5

Um dos patches anteriores para essa funcionalidade de hibernação do Hyper-V confirmou: “o recurso de hibernação nunca funcionou para a VM do Linux em execução no Hyper-V.

Também no Linux 5.5 para Microsoft Hyper-V há suporte para novos protocolos VMBus, uma estrutura de teste de latência, suporte para E/S adiada para o driver de buffer de quadro Hyper-V e várias outras alterações. Mais detalhes através deste post na lista de discussão.

Alterações de bloco do Linux 5.5 incluem monitoramento de temperatura NVMe e otimizações

As mudanças do bloco Linux 5.5 chegaram no início desta semana com uma grande variedade de melhorias de driver e núcleo. Existem algumas otimizações de E/S para tornar a atração empolgante, bem como a integração dos relatórios de temperatura da unidade NVMe HWMON.

Conforme descrito anteriormente, o suporte ao NVMe HWMON está disponível no Linux 5.5. Isso permite a leitura das temperaturas da unidade de estado sólido do NVMe via sysfs/hwmon, assim como você normalmente faz com os outros sensores de monitoramento de hardware nos sistemas Linux.

Até agora, você precisava dos utilitários de espaço de usuário do NVMe instalados e geralmente precisava executá-lo como root para ver a temperatura da unidade. Assim, com o Linux 5.5, você não precisa instalar nada extra e as temperaturas da unidade são relatadas via sysfs/hwmon para facilitar a integração com vários programas de monitoramento de sistema Linux.

 

VMs podem finalmente hibernar no Microsoft Hyper-V com Linux 5.5

Então,Outros trabalhos em bloco incluem:

  • pequenas otimizações de E/S;
  • melhor rastreamento de estatísticas de bloco;
  • muitas mudanças de IO_uring continuam a torná-lo mais funcional;
  • melhor suporte a dispositivo por zona;
  • alterações no MD;
  • ajustes contínuos no BCache e outros trabalhos.

Isso pode ser visto na atividade Git.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Distro Exton OS agora é baseada no Ubuntu 19.10

Distro Exton OS agora é baseada no Ubuntu 19.10

Devs do KDE corrigem vários bugs de Wayland

KDE melhora integração de aplicativos do GNOME no Plasma