in

Wine 5.0-rc3 lançado com 46 bugs corrigidos

O trabalho continuou mesmo com o feriado de Natal.

Lançado Wine 5.8 com codificador GIF e Wine-Staging 5.8 chega menor

Mesmo com o feriado de Natal tendo reduzido o trabalho nas alterações para alguns desenvolvedores, o candidato a lançamento do Wine 5.0 desta semana conseguiu chegar. O Wine 5.0-rc3 lançado com 46 bugs corrigidos.

Estando bem no congelamento do código, existem apenas correções de bugs no Wine 5.0-rc3, enquanto a versão estável do Wine 5.0.0 é provisoriamente esperada para o final do mês de janeiro de 2020.

Wine 5.0-rc3 lançado com 46 bugs corrigidos

O Wine 5.0-rc3 possui correções para Lego Racers, Blood 2, Empire Earth e muitos outros jogos. Também existem correções para:

  • um atualizador do BIOS da Dell;
  • a janela principal do Steam que não era exibida;
  • o Xara Photo Graph Designer;
  • O cmd do Wine falha se não existir foo\nul;
  • Foxit Reader 6.12: o botão ‘Mostrar certificado’ fica acinzentado após falha na validação da assinatura digital;
  • editor HTML dinâmico inutilizável devido ao problema de atualização da tela;
  • Trinklet trava na inicialização;
  • uTorrent 2.2.0 trava na inicialização;
  • Pac-Man All Stars: modo história começa com falha de página no acesso de leitura;
  • A versão demo do Blitz3d não pode mostrar amostras;
  • 3D Rad demo mostra exibição em tela cheia “BeltBall” como minúsculos retângulo preto;
  • e outros programas corrigidos.

A lista completa das correções do Wine 5.0-rc3 para esta última versão semanal de desenvolvimento de 2019 pode ser encontrada no WineHQ.org.

A fonte está disponível nos seguintes locais:

https://dl.winehq.org/wine/source/5.0/wine-5.0-rc3.tar.xz http://mirrors.ibiblio.org/wine/source/5.0/wine-5.0-rc3.tar.xz

Pacotes binários para várias distribuições estarão disponíveis em:

https://www.winehq.org/download

Você encontrará documentação em:

https://www.winehq.org/documentation

LLVMpipe do Mesa 20.0 agora suporta a execução de OpenCL na CPU

Wine 5.0-rc3 lançado com 46 bugs corrigidos

O driver LLVMpipe Gallium3D da Mesa trabalha há muito tempo com o OpenGL em GPUs como um caminho de fallback e depuração de software. Porém, a partir de agora no Mesa 20.0-devel existe a capacidade experimental de ter suporte ao OpenCL usando o OpenCL “Clover” com NIR para CPU.

O LLVMpipe introduziu recentemente a capacidade de usar a representação intermediária NIR sobre o TGSI. Após essa transição do NIR, acabou sendo muito fácil obter suporte ao OpenCL, fazendo uso do rastreador de estado Gallium3D “Clover” do OpenCL. O Clover recentemente recebeu suporte do NIR graças ao trabalho da Red Hat no lado do Nouveau e seus esforços de computação de fonte aberta NVIDIA.

David Airlie, da Red Hat, que faz grande parte do trabalho do LLVMpipe, observou que esse suporte ao OpenCL está passando em muitos dos testes de regressão Piglit em torno do SPIR-V, NIR e OpenCL.

Por enquanto, a variável de ambiente LP_DEBUG = cl é necessária para ter esse suporte ao OpenCL LLVMpipe que, por fim, será executado na CPU via LLVM. Vou iniciá-lo para testes em breve e será interessante ver como ele funciona em comparação com os gostos de POCL para OpenCL nas CPUs.

Tempos emocionantes no Mesa chegam à 2020, com o Mesa 20.0 com muitos recursos interessantes e o ecossistema geral de código aberto OpenGL / Vulkan continuando a florescer.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.