Xiaomi patenteia tecnologia que pode detectar se uma bateria está inchada

Bateria inchada é mais do que apenas um sinal do envelhecimento da bateria, mas também uma questão de risco à segurança. Agora, a Xiaomi patenteou uma nova tecnologia de bateria de lítio que pode detectar se uma bateria está inchada. Uma vez detectada, o usuário pode tomar as providências, antes que o pior aconteça.

As informações da patente vem de um relatório do MyDrivers. O relatório aponta que a Xiaomi fez a solicitação da patente no mês passado, e ela publicada no início desta semana. Esta patente foi intitulada “Dispositivo e método do prompt de expansão da bateria” e foi inventada por Luo Wenhui.

Como o nome sugere, esta tecnologia será capaz de detectar e informar o usuário sobre o envelhecimento da bateria e sua saúde. Ou seja, ele pode detectar se a bateria está abaulada (inchada) e alertar o usuário, para evitar complicações.

xiaomi-patenteia-tecnologia-que-pode-detectar-se-uma-bateria-esta-inchada
Imagem: Pplware

Como funciona essa tecnologia para detectar bateria inchada, patenteada pela Xiaomi?

A descrição afirma que “A presente divulgação se refere a um método para solicitar a expansão da bateria. O dispositivo inclui: um compartimento de bateria, uma tampa traseira da bateria, cerâmica piezoelétrica e um circuito de detecção de corrente; em que a cerâmica piezoelétrica está disposta no lado interno da tampa traseira da bateria em uma posição voltada para a bateria; ou a parte inferior do compartimento da bateria.

O circuito de detecção de corrente é conectado à cerâmica piezoelétrica e é usado para detectar um sinal de corrente gerado pela cerâmica piezoelétrica. Quando a cerâmica piezoelétrica gera um sinal de corrente, isso indica que o grau de expansão da bateria excede um limite de expansão”.

Em outras palavras, a tecnologia considerará a bateria e o que está à sua volta e será capaz de detectar qualquer anormalidade em sua forma. Em breve, essa tecnologia poderá até ser a referência na indústria, especialmente em termos de segurança, por exemplo. 

Ainda não se sabe quando a Xiaomi lançaria essa tecnologia, nem em qual dispositivo. No entanto, isso pode acontecer em breve e estaremos atentos aos passos da empresa no uso da tecnologia em seus produtos.

Com informações de: MyDrivers / Gizmochina

Artigos recentes

Artigos relacionados