in

Acordo entre Mozilla e Google está ameaçado

Investigações antitruste contra o Google podem afetar Firefox

O que é ruim sempre pode piorar? Parece que sim no caso da Mozilla. A empresa que já sofre com demissões, perda de receita e descontinuação de projetos, vê o acordo de patrocínio com o Google ameaçado pelas investigações antitruste que acontecem nos Estados Unidos. Seria um grande e indesejável efeito colateral que pode afetar ainda mais a já combalida receita da empresa.

Em uma postagem de blog recente, a Mozilla respondeu ao caso antitruste do Departamento de Justiça contra o Google. O processo do DOJ considera o acordo da Mozilla e do Google como um exemplo do monopólio deste último sobre o mercado de mecanismos de busca dos Estados Unidos. Portanto, a Mozilla está no meio de um fogo cruzado. 

Mozilla renova acordo com Google e evita novas demissões

Acordo entre Mozilla e Google está ameaçado. Entenda o caso antitruste DOJ

Acordo entre Mozilla e Google está ameaçado

Em sua declaração de impressões iniciais, a Mozilla começou dizendo: “Compartilhamos preocupações sobre como o poder crescente da Big Tech pode impedir a inovação e reduzir a escolha do consumidor. Acreditamos que o escrutínio dessas questões é saudável e fundamental se quisermos construir uma Internet melhor.”

Ele acrescentou que “empresas pequenas e independentes como a Mozilla prosperam inovando, interrompendo e fornecendo aos usuários recursos e serviços líderes do setor em áreas como pesquisa”. A declaração indica acertadamente a dependência do navegador Mozilla Firefox do mecanismo de busca do Google.

Além disso, a organização acrescentou:

“Os resultados finais de um processo antitruste não devem causar danos colaterais às próprias organizações – como a Mozilla”. Isso reflete sua preocupação com seu próprio bem-estar quando o teste começa. Uma dessas preocupações é a possibilidade de perder o recurso de busca no Google.

O processo do DOJ, a resposta do Google e agora a reação da Mozilla à situação apontam para um fio condutor. Seja Mozilla, Apple ou fabricantes de telefones Android, todos dependem da Pesquisa Google de uma forma ou de outra.

Quando a Mozilla fala sobre tal dependência, os resultados não parecem bons. Se os serviços do Google criaram direta ou indiretamente um monopólio, uma solução precisa ser encontrada e implementada. No entanto, interromper os serviços do Google pode não ser uma boa ideia, pois eliminará alguns dos melhores serviços que estão disponíveis para os consumidores atualmente. No entanto, já há outras alternativas no mercado.