in

Associação americana afirma que o bloqueio total da Huawei causará sérios danos à indústria

A associação representa 95% da indústria de semicondutores dos Estados Unidos.

Os EUA estão criando novas oportunidades para a Huawei
Imagem: HiSilicon.

Uma nova alteração nos regulamentos restringe diretamente a Huawei de comprar chips, componentes ou equipamentos desenvolvidos ou produzidos com software ou tecnologia da indústria americana. Cada compra requer permissão dos Estados Unidos, o que na verdade equivale à proibição.

Em resposta, John Neuffer, presidente e CEO da American Semiconductor Industry Association (SIA), emitiu um comunicado em seu site oficial, informando que ainda estão avaliando as regras. No entanto, restrições extensas à venda de chips comerciais causarão sérios danos à indústria. A declaração diz:

Ainda estamos revisando a regra, mas essas amplas restrições às vendas de chips comerciais trarão interrupções significativas para a indústria de semicondutores dos EUA. […] Reiteramos nossa visão de que as vendas de produtos comerciais não sensíveis para a China impulsionam a pesquisa e inovação em semicondutores aqui nos EUA, o que é fundamental para a força econômica da América e a segurança nacional.

Associação americana afirma que o bloqueio total da Huawei causará sérios danos à indústria

De acordo com a SIA, a associação representa 95% da indústria de semicondutores dos Estados Unidos. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, disse que os Estados Unidos generalizaram o conceito de segurança nacional, abusaram do poder nacional e adotaram várias medidas restritivas contra empresas chinesas como a Huawei sem nenhuma evidência real.

Associação americana afirma que o bloqueio total da Huawei causará sérios danos à indústria
Uma nova alteração nos regulamentos restringe diretamente a Huawei de comprar chips, componentes ou equipamentos desenvolvidos ou produzidos com software ou tecnologia americana.

Lijian disse:

Este é um ato hegemônico descarado e continuaremos tomando as medidas necessárias para salvaguardar os legítimos direitos e interesses das empresas chinesas.

Em 7 de agosto, Yu Chengdong disse que devido às sanções dos EUA, os chips da série Kirin, líderes mundiais da Huawei, não podem ser fabricados depois de 15 de setembro.

Yu Chengdong disse que, nos últimos dez anos, a exploração da Huawei no campo de chips mudou seriamente:

Investimos muito em pesquisa e desenvolvimento, mas, infelizmente, na área de fabricação de semicondutores, a Huawei não participou. Nós apenas fazemos design de chips, não fabricamos chips. Muitos de nossos chips muito poderosos não podem ser fabricados.

Fonte: Gizchina

Huawei é proibida de usar chips de fabricação estrangeira com tecnologia dos EUA

CPU de desktop Kunpeng de 24 núcleos da Huawei é mais rápida do que o Core i9-9900K da Intel?

Huawei ultrapassou a Samsung como a maior fabricante de smartphones do mundo