Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

03/08/2021 às 09:00

5 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

AWS vai rivalizar com o Windows 365 da Microsoft ao adicionar acesso à web ao seu serviço de computação em nuvem WorkSpaces

AWS vai rivalizar com o Windows 365

A Microsoft vem anunciando uma boa safra de novos produtos nos últimos meses. Há duas semanas, poucos dias após confirmar ao mundo a existência do Windows 11, a Microsoft também anunciou o lançamento do Windows 365. Este é um novo serviço de computação em nuvem. Ele nos permitiria acessar nossa sessão de usuário de qualquer navegador, hospedado em um virtual remoto máquina. Pois agora, o serviço vai te um concorrente de peso. A AWS vai rivalizar com o Windows 365 da Microsoft ao adicionar acesso à web ao seu serviço de computação em nuvem WorkSpaces.

Rapidamente, outras empresas de tecnologia começaram a lançar serviços capazes de rivalizar com o Windows 365 neste novo mercado. E uma das primeiras a fazer isso foi a Amazon Web Services (AWS), que anunciou que seu serviço WorkSpaces para máquinas virtuais remotas também passará a oferecer acesso a elas via navegador.

Não de qualquer navegador, pois dependerá do protocolo utilizado: os desktops Windows dos WorkSpaces que utilizam o protocolo PCoIP (PC sobre IP) serão acessíveis desde o Chrome ou Firefox, enquanto os baseados no protocolo WSP (WorkSpaces Streaming Protocol) funcionará em qualquer navegador derivado do Chromium.

AWS vai rivalizar com o Windows 365 da Microsoft. AWS não incluirá esta funcionalidade em suas máquinas virtuais Linux

AWS vai rivalizar com o Windows 365 da Microsoft

A justificativa da AWS para lançar essa nova funcionalidade é direta:

Permitir que os usuários continuem produtivos ao se conectar a partir de computadores onde o acesso por navegador da web pode ser a melhor opção.

Tal como -por exemplo- aqueles onde a opção de instalar um aplicativo cliente pode ser bloqueado ou ser inseguro. Dado o boom vivido no último ano e meio pelo trabalho remoto, muitos usuários poderão ver as vantagens desta nova oferta.

Seu objetivo de rivalizar com a Microsoft é tão claro que esta mudança só será habilitada em máquinas virtuais rodando Windows, apesar de a AWS também oferecer virtualização de sistemas Linux, que também poderiam se beneficiar desta nova funcionalidade.

No entanto, por outro lado, a abordagem ‘PaaS’ (Platform as a Service) do AWS WorkSpaces não coincide – não exatamente, pelo menos – com a oferta de SaaS (Software as a Service) na qual o MS Windows 365 se baseia, diferenciando o grau de controle do usuário sobre o sistema.

Um aspecto relevante é que as máquinas remotas do AWS WorkSpaces que já existiam antes de habilitar o acesso à web devem ser reinicializadas após a alteração de certas configurações de rede pelo usuário. Embora seja difícil, isso pode atrasar muitos usuários que já utilizaram este serviço.

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.