Notícias

11/01/2022 às 13:00

8 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Btrfs ganha importantes melhorias de desempenho para Linux 5.17

Linux 5.17 adiciona suporte de monitoramento de sensor a muitas outras placas-mãe ASUS

Btrfs ganha importantes melhorias de desempenho para Linux 5.17

A popularidade do sistema de arquivos Btrfs voltou a crescer e isso parece impulsionar novidades em torno deste recurso junto ao kernel Linux. Tanto assim que o Btrfs ganha importantes melhorias de desempenho para Linux 5.17, a próxima edição do kernel que deve chegar em março.


O Btrfs para o kernel Linux 5.17 ganhou uma nova rodada de otimizações de desempenho. Além disso, ele agora também se ajusta a versões anteriores do kernel. Há ainda alguns novos recursos importantes e um trabalho interminável em limpezas de código e outras melhorias mais ocultas.

Em relação ao desempenho do Btrfs, o Linux 5.17 agora tem menos metadados necessários para registro de diretório. Isso pode significar que a exclusão de diretório agora é 20 a 40% mais rápida.

Como outra vitória a ser contabilizada para esta próxima versão do kernel, as entradas da árvore de espaço livre também são indexadas e pesquisadas por tamanho. Assim, isso pode levar a uma redução de latência de cerca de 30%. Já o temo para uma pesquisa pode ter redução no mesmo percentual.

Btrfs ganha importantes melhorias de desempenho para Linux 5.17

O modo zoneado do Btrfs traz as informações da zona armazenadas em cache durante a montagem. Assim, deve acelerar consultas repetidas em cerca de 50%. Separadamente, também há menos contenção agora no código de bloqueio do nó da árvore ao inserir uma chave. Não será necessária divisão o que resulta em uma melhoria de 1 a 20% com o benchmark FS-Mark.

Btrfs ganha importantes melhorias de desempenho para Linux 5.17

Além de todo esse trabalho em torno do desempenho, o código de envio do Btrfs recebeu adaptações para trabalhar com realocação de grupos de blocos simultâneos. Há um novo modo “balance pausado”. Ele permite a adição de um dispositivo a um sistema de arquivos com saldo pausado. Além disso, podemos destacar:

  • um novo arquivo sysfs para o FSID armazenado no diretório por dispositivo;
  • preparações da árvore de extensão v2;
  • eliminação da estrutura readahead;
  • e uma variedade de outras correções e melhorias de código.

Veja este pull request de David Sterba que faz parte do SUSE. Nele você pode conhecer em detalhes a lista completa de patches de recursos do Btrfs. Tudo isso fará parte da janela de mesclagem v5.17.

Linux 5.17 terá monitoramento de sensor a muitas outras placas-mãe ASUS

Depois de muitos anos praticamente largado, o suporte ao monitoramento de sensores para placas-mãe se desenvolve com força no Linux. As novidades em torno do Linux 5.17 são muitas. Numa delas, o kernel Linux 5.17 terá monitoramento de sensor a muitas outras placas-mãe ASUS. O subsistema “HWMON” de monitoramento de hardware no Linux 5.17 tem o novo driver NZXT, além de drivers para expandir bastante a cobertura do sensor em placas-mãe de desktop ASUS modernas. Será possível ainda monitorar a temperatura de processadores AMD Zen de última geração e muito mais.

Essas novidades acabam de ser enviadas por Guenter Roeck ao kernel Linux 5.17. Há muitas mudanças da área de trabalho. 

Btrfs ganha importantes melhorias de desempenho para Linux 5.17

Novos drivers de “asus_wmi_sensors” e “asus_wmi_ec_sensors” suportam a leitura do sensor em placas-mãe ASUS X370 e ASUS B550. Um bom número de placas-mãe AMD modernas da ASUS são suportadas por este novo código de driver. As placas-mãe ASUS com leitura de sensor de trabalho através da interface WMI conhecida por funcionar a partir dos dois novos drivers incluem:

– PRIME X570-PRO
– Pro WS X570-ACE
– ROG CROSSHAIR VIII HERO
– ROG CROSSHAIR VIII DARK HERO
– ROG CROSSHAIR VIII FORMULA
– ROG STRIX X570-E GAMING
– ROG STRIX B550-I GAMING
– ROG STRIX B550-E GAMING
– ROG CROSSHAIR VI HERO
– PRIME X399-A
– PRIME X470-PRO
– ROG CROSSHAIR VI EXTREME
– ROG CROSSHAIR VI HERO (WI-FI AC)
– ROG CROSSHAIR VII HERO
– ROG CROSSHAIR VII HERO (WI-FI)
– ROG STRIX B450-E GAMING
– ROG STRIX B450-F GAMING
– ROG STRIX B450-I GAMING
– ROG STRIX X399-E GAMING
– ROG STRIX X470-F GAMING
– ROG STRIX X470-I GAMING
– ROG ZENITH EXTREME
– ROG ZENITH EXTREME ALPHA

Também já existe driver de temperatura AMD (k10temp) adicionando suporte de leitura térmica para processadores AMD Family 19h Modelos 10h – 1Fh e A0h – AFh. Com base nesses novos IDs de modelo também associados ao suporte DDR5 no código EDAC, parece que esses novos IDs são para os próximos processadores Zen 4. 

Consulte este pull request para conhecer todos os patches HWMON.

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Mais lidas

Últimos posts

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
×