SempreUPdate
Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Calligra a suíte de aplicações do KDE

Calligra é parte do projeto KDE, não se trata de concorrer com o já renomado LibreOffice, mas deixar uma alternativa para o usuário que só tem a ganhar com um aumento no número de alternativas conheça aqui um pouco mais sobre o Calligra mais uma alternativa de qualidade ao MS Office.

Calligra

Quem utilizou o KDE na sua versão 3 e parte da 4 deve se lembrar de uma suíte chamada Koffice. Anos depois ela seria descontinuada e em seu lugar surgiria o Calligra.

LibreOffice x Calligra

Sim o LibreOffice é ótimo, porém o software livre é feito de liberdade e ter alternativas é possibilidade de melhorias. A primeira diferença é que o LibreOffice está disponível para um número maior de plataformas. Sendo parte do projeto KDE, o Calligra se dá melhor com o seu ambiente familiar, sendo possível instalar em uma distribuição com ambiente Gnome por exemplo.

O Chakra Linux é uma das poucas distribuições a trazer o Calligra como suíte padrão. Até sua versão 2.7, não era possível salvar documentos de texto no formato .docx, apenas ler e salvar em .odt. Já na versão recente 3.0 é possível salvar em .docx. Planilhas ainda não estão disponíveis em .xls, apenas em .ods

Conhecendo o Calligra

O Calligra é dividido em 3 partes:

Suíte de Escritório: Calligra Words

Equivalente ao LibreOffice e Word. Sabe a famosa barra lateral presente desde a versão 4.0? Então, o Calligra já contava com este recurso. Veja algumas imagens

Observe que nele já é possível escolher o tipo de edição que será realizada.

Aqui é possível ver a barra lateral. O modelo acima é o Colorful Document, que trabalha com duas colunas. Importante relembrar que é possível abrir arquivos .doc e .docx, mas ele não salva em .doc, apenas em formatos abertos e .docx

Calligra Sheets

Equivale ao LibreOffice Calc, traz algumas planilhas diferenciadas para situações diversas. É bastante parecido com o Calc.

Lembrando que o mesmo consegue ler arquivos em .xls e .xlsx, mas só salvo em formatos abertos.

Calligra Stage

Equivale ao Impress do Libreoffice, não apresentando grandes diferenças. O recurso de notas para orientar em uma apresentação está presente aqui também.

Novamente, temos a opção de ler em formatos fechados, mas salvar apenas em formatos abertos.

Suíte Gráfica: Karbon

Podemos dizer que está perto do Draw do LibreOffice, porém o Karbon tem o foco em desenho vetorial e não em ser um programa para editoração.

Krita

Até a versão 2.9 fazia parte do projeto Calligra. A partir da 3.0, se tornou independente do projeto criando a Fundação Krita que apesar de ter saído do Calligra e assumindo uma postura cada vez mais independente em relação ao KDE.

Manteve as boas relações, sendo um exemplo que nem todo rompimento no software livre é negativo.

Suíte de projetos e organização: Plan

Um programa para gerenciamento com ótimas opções para elaborar um melhor plano de ação e ajudar na organização e prevenir futuros imprevistos.

Útil para gerenciar um projeto empresarial, educativo ou mesmo pessoal. Vale experimentar.

Braindump

Um organizador de ideias lembra o conceito por trás dos mapas mentais. Sua tradução, “despejo cerebral”, funciona bem para ordenar ideias. Está caminhando para mudanças ainda não estabelecidas.

Kexi

É o equivalente ao Base do LibreOffice. Vem com a proposta de competir com o MS Acess, uma proposta ousada, mas que serve para marcar posição. Apesar de ser parte do projeto, o Calligra possui um calendário próprio de lançamentos.

Conclusão

A Grande pergunta a ser feita é: você depende de formatos proprietários? Especialmente .xls, .xlsx e .doc?

Caso não, o Calligra pode ser uma boa opção e se você usa KDE vale a pena experimentar. Vemos tanta divulgação de suítes não livres, algumas com formatos próprios de arquivos, logo testar uma suíte livre com tantos recursos parece ser uma boa escolha.

Sim, em relação ao LibreOffice o Calligra ainda está dois passos atrás, teve acertos como o Krita. Traz ainda pequenos diferenciais que seriam bem vindos no LibreOffice, perfumarias é verdade, mas atraem.

E vale lembrar que não só o Calligra, mas todo o projeto KDE apoiam formatos abertos e ter mais uma suíte que utilize o .odt como padrão é um ganho para todos.

calligra

 

Comentários